Luiz Carlos Winck quer mudança de atitude dos jogadores do Juventude para sair do Z-4 - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série B14/10/2018 | 20h04Atualizada em 14/10/2018 | 20h04

Luiz Carlos Winck quer mudança de atitude dos jogadores do Juventude para sair do Z-4

Equipe alviverde encara o Vila Nova na próxima rodada, em Goiânia

Luiz Carlos Winck quer mudança de atitude dos jogadores do Juventude para sair do Z-4 Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

O Juventude inicia mais uma semana pressionado. E, desta vez, com uma carga emocional ainda mais elevada após sofrer a incrível virada diante do Goiás, sexta-feira, no Alfredo Jaconi, e cair para a vice-lanterna, com 32 pontos.

É bem verdade que o primeiro time fora do Z-4, o Sampaio Corrêa, tem a mesma pontuação, mas a forma como ocorreu a derrota na última rodada ainda repercute na torcida e dentro do próprio clube. Após abrir 2 a 0 na primeira etapa diante do vice-líder, o Ju sofreu cinco gols em pouco mais de 30 minutos e apagou o que era uma grande atuação.

– É brigar jogo a jogo. Temos adversários diretos na briga. O campeonato é um reflexo do que fizemos em casa. Não fomos produtivos e eficientes em 15 rodadas dentro do Jaconi. Ter duas vitórias é muito pouco. É sofrível, a gente não aceita, mas só os jogadores podem modificar isso. Agora, tem que ter um pouco mais de atitude, tranquilidade e personalidade durante a partida – avaliou o técnico Luiz Carlos Winck.

O próximo desafio do Ju será diante do Vila Nova, em Goiânia, no próximo sábado. Com sete partidas por disputar na Série B, o time precisará, pelo menos, de três vitórias para ter chances de escapar. Ainda sem fazer cálculos, Winck cobra uma atitude diferente do grupo e alerta que não vai desistir enquanto o time tiver a oportunidade de se manter na Segunda Divisão. 

– A equipe tem de ter uma persistência maior. Ou você acorda de uma vez por todas e tem grandeza para buscar jogo a jogo para sair dessa situação ou joga a toalha. E isso não é do meu perfil e não vou aceitar isso do meu grupo – decretou o técnico.

Para o duelo em Goiânia, Winck poderá contar com o lateral-direito Felipe Mattioni, o meia Leandro Lima e o centroavante Elias, que cumpriram suspensão diante do Goiás. Elogiados após a partida da sexta-feira passada, os garotos Denner e Douglas Kemmer devem seguir como titular. Para o treinador, em um momento de tanta turbulência, é hora de falar pouco: 

– Só existe uma palavra para mudar esse momento: trabalho.

Leia Também
ACBF vence o Tubarão em Santa Catarina e garante vantagem nas oitavas de final
Caxiense Marcelo Demoliner conquista segundo torneio da temporada

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros