Intervalo: A chegada do NBB 11 e a maior visibilidade só aumentam a dor pela ausência do Caxias - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião02/10/2018 | 07h00Atualizada em 02/10/2018 | 07h00

Intervalo: A chegada do NBB 11 e a maior visibilidade só aumentam a dor pela ausência do Caxias

Seis jogos serão transmitidos por semana durante a competição nacional

Intervalo: A chegada do NBB 11 e a maior visibilidade só aumentam a dor pela ausência do Caxias Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Só resta lamentar
Agora, poucos dias antes da abertura da 11ª temporada do NBB, fica mais claro o quanto Caxias do Sul perde sem a sua equipe na elite do basquete brasileiro. Isso já era algo evidente logo após o anúncio da desistência  da participação, mas ganhou um ingrediente a mais com o anúncio de que seis jogos serão transmitidos por semana durante o campeonato.

Isso mesmo. Seis partidas com transmissão para todo Brasil pelas mais diferentes plataformas: na TV aberta, com a Band, TV fechada, com Bandsports, ESPN e Fox Sports, além das tradicionais partidas pelo Facebook e pelo Twitter. A visibilidade para a competição será gigante.

Leia Mais
Técnico do Caxias Basquete, Barbosa fala da frustração com o fim do sonho 
Sem patrocinadores, Caxias do Sul Basquete está fora do NBB 11
Presidente da Federação Gaúcha de Basquete aposta: "Logo o Caxias estará de volta" 

Pois bem, vale a reflexão. Tirando o futebol, algum outro esporte tem essa entrada hoje em dia no Brasil? Justamente quando o crescimento do NBB se confirmava, Caxias deu um passo atrás. A cidade, com seus líderes, políticos e empresários, não abraçaram a causa.

Por mais que os dirigentes tenham se esforçado ao máximo, não deu. Agora, só resta lamentar e ver, praticamente todos os dias da semana, os rivais que sofreram tanto aqui no Vascão, com a nossa calorosa torcida, desfilarem por outros cantos do Brasil.

Largada
O NBB 11 contará com 14 equipes. As novidades são Corinthians (SP), Universo/Brasília (DF) e São José (SP). A abertura será no dia 13 de outubro, com rodada dupla: Paulistano x Mogi e Brasília x Vasco.

Rendimento
A situação ainda é delicada, mas o rendimento do Juventude nos últimos dois jogos traz esperança ao torcedor. Mais do que fazer atuações primorosas, o grupo alviverde entendeu que precisará se doar ao máximo para livrar o clube do rebaixamento.

Sendo assim, até por conta dessa entrega, algumas individualidades crescem. O momento é de quem tem personalidade. Por isso, para o duelo contra o Coritiba, nada de lamentar ausências. É hora de valorizar o retorno de Denner, Bonfim e de Pará, que sempre cresceu em momentos decisivos com a camisa do Ju.

Um olho aqui, outro lá
Pelo que apresentou na partida de ida, o Grêmio deve confirmar, até com certa margem de tranquilidade, a sua passagem para a semifinal. É mais time que o Tucumán e um revés dentro de casa seria quase que uma hecatombe. 

A partir daí, a preocupação passa a ser no passo adiante. Antes de entrar em campo, o Tricolor já saberá o possível adversário na semi. River ou Independiente? Aposto no primeiro.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros