Mais de dois times em três jogos: O difícil começo de Winck no Juventude - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série B12/09/2018 | 08h00Atualizada em 12/09/2018 | 08h00

Mais de dois times em três jogos: O difícil começo de Winck no Juventude

Técnico alviverde ainda pode colocar mais três nomes contra o Guarani

Mais de dois times em três jogos: O difícil começo de Winck no Juventude Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O começo do trabalho do técnico Luiz Carlos Winck no Juventude não está sendo nada fácil. Em pouco mais de duas semanas à frente da equipe alviverde, o treinador tem enfrentado problemas dentro e fora de campo com o grupo de jogadores. Em tão pouco tempo, o comandante teve que gerenciar a entrada na zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série B, duas derrotas no Alfredo Jaconi e a dispensa de sete atletas. Agora, o desafio é conquistar a vitória contra o Guarani, nesta quinta-feira, às 21h, fora de casa.

No meio de tudo isso, Winck também teve que mudar o time titular diversas vezes. Em três jogos, entre os que começaram e os que entraram no decorrer da partida, foram 23 jogadores utilizados. Desses, apenas cinco atuaram em todas as oportunidades com o treinador na casamata alviverde. O goleiro Matheus, os zagueiros Rafael Bonfim e Fred, além do atacante Caio Rangel foram titulares diante de Paysandu, Criciúma e São Bento. O meia Rafinha entrou no decorrer dos dois primeiros jogos e fez parte do 11 inicial no sábado passado.

Para o duelo desta quinta-feira, o número de jogadores utilizados por Winck irá aumentar. Pelo menos foi o indício do treinamento da tarde desta terça-feira, no CT alviverde. Com as ausências dos lesionados Bertotto e Fred, além do suspenso Rafael Bonfim, mais gente ganhará chance. Na escalação que começou a atividade como titular, o lateral-direito Felipe Mattioni, o zagueiro Wagner e o volante Rodrigo. O último sequer entrou em campo com a camisa do Juventude desde que chegou ao Alfredo Jaconi, em abril.

Dos 31 jogadores que sobraram após a barca do fim de semana, apenas 13 não atuaram com Winck: os goleiros Douglas, Raul e William, os zagueiros Wagner e Vinícius (voltando de lesão), os laterais Mattioni e Pará (retornando aos treinos), os volantes Amaral e Rodrigo, os meias Felipe Lima (voltando de lesão) e Valentini, além dos atacantes Douglas Kemmer e Hygor.

A prévia da terça-feira do time que deve ir a campo teve Matheus, Mattioni, Micael, Wagner e Neuton; Rodrigo, Lucas, Caio Rangel, Leandro Lima e Rafinha; Queiróz.

Leia também
Esquerdinha é apresentado no Juventude e fala em tirar o time da zona de rebaixamento

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros