Juventude peca nas finalizações e fica no empate com o Oeste - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série B18/08/2018 | 18h26Atualizada em 18/08/2018 | 18h26

Juventude peca nas finalizações e fica no empate com o Oeste

Partida no interior paulista terminou em 0 a 0 e a equipe alviverde segue sem vencer

Juventude peca nas finalizações e fica no empate com o Oeste Guilherme Rodrigues/futura press
Pará (E) foi um dos destaques do jogo, enquanto esteve em campo Foto: Guilherme Rodrigues / futura press
Pioneiro
Pioneiro

Em dois tempos distintos, o Juventude voltou a desperdiçar oportunidades e não conseguiu mostrar no placar sua superioridade sobre o rival. Assim, a equipe alviverde empatou com o Oeste, em 0 a 0, na Região Metropolitana de São Paulo. Para piorar o quadro, o time do técnico Julinho Camargo não vence a quatro partidas, está a mais de sete horas sem balançar as redes e se firma como o rei das igualdades na Série B: 11 vezes. Na terça, o esmeraldino encara o Avaí, em Florianópolis (SC). 

O técnico Julinho Camargo iniciou o jogo com uma mudança estratégica. O volante Bertotto virou lateral-esquerdo e Pará foi um extrema. E foi por este lado do campo que o alviverde forçou suas jogadas. Aos 12, Leandro Lima recebeu na área e tocou para Elias. O centroavante dividiu com a zaga e a bola foi para fora.

O Oeste tentou criar intensidade no seu ataque, mas era bem marcado. Teve uma grande chance aos 19, numa infelicidade da zaga do Ju. Daniel Borges cruzou na área, da direita, Mattioni afastou e a bola tocou nas pernas de Wagner. Ela sobrou para Pedrinho, livre na área, que chutou em cima do goleiro Matheus Cavichioli.

Aos 26, novamente o Ju chegou pelo setor esquerdo. Bertotto e Pará tabelaram, o volante saiu na cara do gol e chutou em cima do goleiro. Três minutos depois, a bola sobrou para Fellipe Mateus, livre na área, mas ele foi abafado na hora da conclusão.

Aos 30, Bertotto desviou cobrança de escanteio da direita e quase abriu o marcador. A bola passou rente ao travessão do Oeste. Somente aí que os donos da casa começaram atacar. Aos 33, Carlinhos tentou surpreender Matheus e chutou por cobertura. O goleiro alviverde deu um tapa e desviou a trajetória da bola. Dois minutos depois, Pedrinho teve liberdade para girar na área e bater. No meio do gol e Matheus defendeu.

Aos 37, o Ju perdeu uma grande oportunidade. Jogada trabalhada na esquerda, Leandro Lima escorou para Fellipe Mateus, que bateu para fora. Um primeiro tempo movimentado e bem trabalhado pelo alviverde.

Na volta do intervalo, o Ju teve a primeira chance. Bertotto arriscou da intermediária e Tadeu fez uma bonita defesa para saltar o time de Barueri. Wganer quase marcou aos nove. Ele subiu sozinho, após escanteio da esquerda, e a bola passou perto do gol.

O jogo diminuiu na questão de oportunidades, mas ficou mais dinâmico no meio de campo. O Ju não sofreu nenhum perigo nos 20 minutos, seu sistema de marcação funcionou muito bem. Aos 27, Bruno Ribeiro — que entrou no lugar de Pará — fez Tadeu trabalhar.  Ele arriscou da entrada da área e o goleiro caiu no canto direito para defender.

A primeira boa chance do Oeste só foi aos 30.  Conrado bateu com o pé direito, que não é o bom, e o goleiro Matheus defendeu com tranquilidade. De resto, faltou inspiração para as duas equipes. Fim de partida, 0 a 0. O quarto jogo da equipe alviverde sem vencer.  

Ficha técnica
Oeste: Tadeu; Daniel Borges, Joilson, Leandro Amaro e Conrado; Lídio (Luquinhas, 38/2º), Betinho, Marcinho (Jean, 25/2º), Marciel e Pedrinho; Carlinhos (Raphael Luz, 15/2º). Técnico: Roberto Cavalo.

Juventude: Matheus; Felipe Mattioni, Wagner, Fred e Pará (Bruno Ribeiro, 21/2º); Diones, Tony, Bertotto, Leandro Lima e Fellipe Mateus (Caio Rangel, 19/2º); Elias (Guilherme Queiróz, 34/2º). Técnico: Julinho Camargo.

Árbitro: Jefferson Moraes, auxiliado por Cristhian Sorence e Leone Rocha (trio goiano). Amarelos: Joilson, Raphael Luz, Luquinhas (O); Fred, Caio Rangel, Mattioni (J). Local: Arena Barueri.

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros