Juventude enfrenta Avaí tentando quebrar série de derrotas para equipe catarinense - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série B21/08/2018 | 07h28Atualizada em 21/08/2018 | 07h28

Juventude enfrenta Avaí tentando quebrar série de derrotas para equipe catarinense

Após perder duas vezes em casa para o Leão, time alviverde tenta recuperação na Ressacada

Juventude enfrenta Avaí tentando quebrar série de derrotas para equipe catarinense Porthus Junior / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Porthus Junior / Agência RBS / Agência RBS

A pedra no sapato do Juventude em 2018 será o adversário da noite desta terça-feira. E nem é a grande quantidade de empates que o time de Julinho Camargo conquistou na temporada. O Avaí foi algoz alviverde em dois confrontos nesse ano. E o jogo das 19h15min, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, é a oportunidade de o Ju encerrar a touca catarinense.

O empate contra o Oeste no sábado deixou marcas no time de Julinho. Fred, suspenso, e Pará, lesionado, sequer ficaram com o time em Floripa. Mattioni, Elias e Diones devem ser preservados, mas seguem com a delegação. Viajaram para a capital catarinense o zagueiro Rafael Bonfim e o volante Lucas, que não joga há 10 meses, por suspensão por doping.

– Gosto muito do estilo de jogo do Lucas. Joguei várias vezes contra. Ele tem competitividade, qualidade e é firme nas decisões dentro de campo – disse o técnico Julinho Camargo, que espera colocar o volante gradativamente na equipe até chegar à titularidade.

O Avaí foi o responsável pela eliminação do Ju na Copa do Brasil, com uma vitória por 2 a 0 no Jaconi, em fevereiro. Para que os catarinenses também não sejam responsáveis por acabar com o resquício de sonho de acesso alviverde, será preciso quebrar tal tabu diante do Leão.

Para o meio-campista Tony, que chegou para a disputa da Série B, o returno ainda reserva chances de um acesso para o Juventude.

– Vim para cá com pensamento de acesso. Ainda não abri mão dessa possibilidade, está tudo muito embolado. Mas primeiro temos que fazer a pontuação necessária para não cair. É um clube que eu queria ver na Série A e acho que isso depende de nós, jogadores – disse o jogador em entrevista à Rádio Caxias.

Além do peso das duas derrotas no ano, o Juventude terá um Avaí embalado e que está beirando a zona de classificação para a Série A. Se não fosse o desgaste da sequência de jogos com empate na temporada, conquistar um ponto em Florianópolis nem seria um mau resultado. Mas é preciso vencer.

Leia também
Gregório Caselani conquista bom resultado na segunda etapa do Rally dos Sertões

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros