Intervalo: As boas notícias para Julinho Camargo antes de enfrentar o CSA - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião02/08/2018 | 06h00Atualizada em 02/08/2018 | 06h00

Intervalo: As boas notícias para Julinho Camargo antes de enfrentar o CSA

Preparador físico do Ju ainda elencou o número de lesões durante a temporada

Intervalo: As boas notícias para Julinho Camargo antes de enfrentar o CSA Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Enfim, reforços
As notícias de que Caio Rangel e Yuri Mamute estão regressando aos treinamentos põe fim a uma lamentação recorrente do técnico Julinho Camargo. Sempre que questionado sobre as opções para mudar uma partida ou até aumentar o poderio ofensivo do time, ele cita essas ausências. Talvez, para o returno estarão prontos. Fica a expectativa pelos resultados que entregarão ao time e se justificarão todas as citações feitas pelo treinador.

Leia Mais
Centroavante Elias fica de fora de treinamento e é a principal dúvida do Juventude para encarar o CSA

15 lesões no ano
O preparador físico alviverde Rodrigo Poletto, lembrou, na coletiva desta quarta-feira, que o time teve apenas 15 lesões no ano  – metade do que teve o Grêmio, como ele comparou –, mas a questão fica pelo tempo de recuperação dos atletas. Caio Rangel e Yuri Mamute ficaram mais de dois meses parados. 

O primeiro se entende, porque não jogou no primeiro semestre. Logo, a condição física não era a ideal. Já Mamute vem de um ano com lesões e, ao que parece, se deve ao trabalho de pré-temporada em janeiro, que não foi o ideal. Por isso, todo cuidado é pouco a partir de agora. Ainda mais num setor que não tem jeito de desabrochar. 

Não quer Copinha
O meia Rafael Gava se recusou a jogar pelo Pelotas no segundo semestre. O clube disputará a Copa Wianey Carlet. Se não quer a Copinha, tudo leva a crer que o jogador espera por um time de Série B. Mas será que este mercado está aberto ao jogador? O certo é que ele e os demais  jogadores do Caxias precisam de um clube e manter o ritmo no segundo semestre.

Tudo seria mais fácil se o grená jogasse a competição regional, mas não o quis.

A esperada definição
Para os desportistas caxienses, esta quinta-feira é o grande dia para confirmar, ou não,  a participação do Caxias Basquete no NBB 11. O técnico Rodrigo Barbosa trabalha exaustivamente para garantir os patrocinadores do projeto. Caso contrário, a cidade perderá seu único clube em uma elite nacional esportiva. Seria uma perda e tanto. 

Enquanto aqui não se define, o campeonato paulista de basquete já começou e os rivais estão se preparando para o torneio. Não dá mais para esperar.

Leia Também
Equipes da Serra se destacam no Brasileiro de Downhill


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros