Após início difícil no primeiro turno, Juventude se prepara arrancada do returno da Série B  - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Metade já foi07/08/2018 | 07h18Atualizada em 07/08/2018 | 07h18

Após início difícil no primeiro turno, Juventude se prepara arrancada do returno da Série B 

Goleiro Douglas acredita que adversários estão em momentos diferentes do começo da competição

Após início difícil no primeiro turno, Juventude se prepara arrancada do returno da Série B  Arthur Dallegrave / Juventude, Divulgação/Juventude, Divulgação
Foto: Arthur Dallegrave / Juventude, Divulgação / Juventude, Divulgação

A semana pós-encerramento do primeiro turno do Campeonato Brasileiro da Série B é de reflexões. Com o 13º lugar na classificação e com metade da competição pela frente, cabe ao time alviverde ajustar o que deu não certo nos 19 primeiros jogos. A arrancada na primeira parte foi difícil e a primeira vitória só chegou na quarta rodada, fora de casa.

Até por isso, a partida contra o Figueirense no Alfredo Jaconi, no próximo sábado, às 19h, é tratada como uma chance de início diferente no returno.

— Temos que aproveitar o fator casa. Começamos aqui esse segundo turno. Os três primeiros jogos serão importantes para definir como será o nosso campeonato. Temos que fazer uma sequência boa, com bons resultados e atuações, também.  Isso vai dar muito mais confiança para continuarmos até o fim do Brasileiro — avaliou o goleiro Douglas, que teve atuação destacada diante do CSA e que lamentou o fato de o time não ter conquistado a vitória em Alagoas:

— Particularmente foi um jogo muito bom. Fiz defesas boas quando foi preciso, mas infelizmente a vitória não veio. Eu preferia trocar minhas defesas por uma vitória, ou até um empate, uma situação melhor.

No primeiro turno, os três adversários da sequência alviverde trouxeram bastante dificuldades para a equipe de Julinho Camargo. O Figueirense trouxe logo na estreia a primeira derrota, o Oeste o primeiro dos nove empates, enquanto o Avaí deu ao Juventude o primeiro revés no Alfredo Jaconi. 

No entanto, Douglas minimiza os resultados do princípio da competição, sem tirar o mérito dos adversários e a dificuldade encontrada:

— Os times mudaram muito a forma de atuar e até mesmo os jogadores. Temos que analisar isso. Com certeza não será muito daquilo que enfrentamos no primeiro turno.

Leia mais
Abacs/UCS/Clube Juvenil conquista os Jogos Abertos


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros