Súmula aponta cinco expulsões e a confusão poderá prejudicar o Caxias no ano que vem - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série D09/07/2018 | 13h48Atualizada em 09/07/2018 | 14h10

Súmula aponta cinco expulsões e a confusão poderá prejudicar o Caxias no ano que vem

Caso deve parar no STJD e o clube poderá sofrer multa e perda do mando de campo

Súmula aponta cinco expulsões e a confusão poderá prejudicar o Caxias no ano que vem Porthus Junior/Agencia RBS
Confusão envolveu jogadores e até um torcedor que invadiu o gramado Foto: Porthus Junior / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

O jogo entre Caxias e Treze não acabou com bola rolando. Após o terceiro gol da equipe paraibana, marcado por Dedé, houve a confusão generalizada entre jogadores, membros do clube e até um torcedor invadiu o campo e se envolveu em briga com jogadores do time nordestino.

Na súmula, divulgada no site da CBF, o árbitro Ricardo Marques Ribeiro relatou cinco expulsões. Ele não mostrou os cartões após a confusão, por decidir encerrar a partida tendo em vista que não havia condições de segurança para o prosseguimento do jogo. Por parte do Caxias, o lateral-esquerdo Julinho, o atacante Caio Cézar e o goleiro Lúcio levaram vermelho direto. As justificativas são as agressões contra os adversários.

No lado do Treze, são duas. Maxuell Samurai foi expulso por agredir Caio Cézar. O lateral-esquerdo Silva levou o vermelho, segundo a súmula, por provocar os jogadores grenás e, com isso, ocasionar toda a confusão entre as duas equipes.

Ainda são citados no documento pós-jogo: o médico do Caxias e o chefe de segurança do clube grená, por estarem envolvidos na confusão. A súmula identificou o torcedor que invadiu o campo. Ele terá que pagar cestas-básicas e comparecer na delegacia nos próximos três jogos em que o clube atuar no Estádio Centenário.

Por fim, o árbitro Ricardo Ribeiro relata que mastros de bandeiras e moedas foram arremessados na direção dos jogadores do Treze, quando eles deixavam o gramado para ir ao vestiário. O caso será julgado pelo STJD. O Caxias corre risco de ser punido com multa e ainda perder mandos de campo em competições nacionais. O julgamento não tem data para ocorrer.  

Leia também
Onze vereadores de Caxias do Sul devem concorrer a deputado

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros