Sistema defensivo do Juventude sustenta sequência positiva - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série B26/07/2018 | 08h00Atualizada em 26/07/2018 | 08h00

Sistema defensivo do Juventude sustenta sequência positiva

Alviverde é o único que não sofre gols há três jogos na competição

Sistema defensivo do Juventude sustenta sequência positiva Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Time do técnico Julinho Camargo tem a quarta melhor defesa do campeonato Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

As vitórias voltaram, mas o poder de finalização ainda segue abaixo em relação aos adversários. Cirúrgico no ataque diante da Ponte Preta e com força na bola parada diante do CRB, o Juventude utilizou muito bem seus principais trunfos nas últimas rodadas da Série B. Somam-se a eles a efetividade do sistema defensivo.

Atualmente, o Ju ocupa literalmente o meio da tabela. Com 24 pontos, o alviverde se distanciou das últimas colocações, é o 10º colocado e passa a ver o G-4 como uma realidade próxima. 

– Fico feliz porque estamos fazendo o trabalho que a gente pode, de formiguinha, com passos pequenos – resumiu Julinho Camargo, técnico do Juventude. 

O sistema defensivo do treinador foi posto à prova na última rodada, em Araraquara, no interior paulista. E deu conta do recado, mesmo com três mudanças na linha mais recuada. 

Com Vidal, Micael e Maurício substituindo os preservados Felipe Mattioni, Rafael Bonfim e Pará, o goleiro Matheus Cavichioli passou mais uma partida sem sofrer gols na competição. Com isso, o Ju chega a marca de três jogos sem ser vazado, o único time da Série B com esta marca no momento. 

No total, são seis confrontos sem sofrer gols nos 17 realizados na competição até o momento. Melhor que o Juventude neste sentido, só Fortaleza, Vila Nova e CSA, curiosamente equipes que estão entre as cinco melhores colocadas no campeonato. 

– Muitas vezes entendo as críticas pelas trocas. Mas não é inventar. A gente se obriga pelas questões físicas. Mas, quando se consegue mostrar nos treinos, eles estão dando uma resposta muito boa. Nossa equipe tem alguns defeitos ainda. Temos a melhorar. Mas num modo geral, já temos pequenas evoluções. Temos uma defesa e um meio consistentes. E nosso ataque, em alguns momentos, funciona bem. Somos uma equipe média, que está tentando sair de média para boa. Não somos uma equipe que pratica um grande futebol. Jogamos um futebol simples, mas sempre fazendo o melhor – reconheceu Julinho Camargo, ao final da partida contra a Ponte, ao elogiar a postura defensiva e o empenho de todo o time. 

Além dos números recentes, o alviverde também conta com um aproveitamento de G-4 no quesito gols sofridos. Ao todo, o Juventude levou 16 em 17 partidas. Só o líder Fortaleza, o Vila Nova (5º colocado) e o Avaí (4º colocado) foram menos vazados. 

Para o próximo jogo, a defesa volta a ser reforçada. Os laterais Felipe Mattioni (direito) e Pará (esquerdo) devem voltar ao time, assim como o zagueiro Rafael Bonfim. Além deles, o técnico Julinho Camargo também pode ter entre os relacionados os atacantes Yuri Mamute e Caio Rangel e o meia Fellipe Mateus. O adversário será o líder Fortaleza, no sábado, às 16h30min, no Alfredo Jaconi.

Números da Defesa na Série B:
Gols sofridos
Fortaleza - 12
Vila Nova - 12
Avaí - 15
Juventude - 16
Ponte Preta - 16

Jogos sem sofrer gols
Fortaleza - 8
Vila Nova - 8
CSA - 7
Juventude - 6
Coritiba - 6
Ponte Preta - 6
Brasil-Pel - 6

Sequência sem sofrer gols
Juventude - 3 jogos

Brasil-Pel - 2 jogos
CRB, Criciúma, Londrina, Paysandu, Coritiba - 1 jogo

Leia Também:
Tite segue no comando da Seleção Brasileira até a Copa de 2022
Fiscalização encontra problemas em elevadores do transporte coletivo de Caxias
Polícia Civil indicia mulher que tentou raptar bebê em maternidade de Caxias do Sul

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros