Juventude tenta manter a força nas partidas longe do Estádio Alfredo Jaconi - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série B12/07/2018 | 06h39Atualizada em 12/07/2018 | 06h39

Juventude tenta manter a força nas partidas longe do Estádio Alfredo Jaconi

Alviverde perdeu apenas um jogo longe de casa e sexta encara o Brasil-Pel, no Bento Freitas

Juventude tenta manter a força nas partidas longe do Estádio Alfredo Jaconi Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

A maratona de jogos do Juventude na sequência do Campeonato Brasileiro da Série B, que se inicia nesta sexta, contra o Brasil-Pel, às 18h, no Estádio Bento Freitas, tem um fator que pode ser positivo para a equipe alviverde. Dos cinco jogos que o time de Julinho Camargo realizará em 16 dias, três serão como visitante. 

Foi fora de casa que o Ju conseguiu os melhores resultados na Segunda Divisão nacional. Dos 13 jogos que o time disputou na competição, seis foram longe de Caxias do Sul. Nesses confrontos, a equipe conseguiu duas das três vitórias na Série B, além de três empates. Sofreu apenas uma derrota (na estreia, contra o Figueirense, por 2 a 1). Com isso, 56,25% dos 16 pontos conquistados pelo clube alviverde no campeonato foram como visitante.

— É bom saber que fora de casa estamos jogando bem. Mas o que a gente queria mesmo era em casa ter os resultados positivos. Diante do nosso torcedor. Estamos devendo isso — admite o meia Leandro Lima, que espera um equilíbrio maior das atuações como mandante e visitante:

— A gente sabe o quanto é importante o fator casa. Acredito que, quando unir os dois, jogar bem dentro e fora de casa, vamos dar uma levantada.

Realmente a campanha no Jaconi é fraca nesta Série B. O time de Julinho conquistou apenas 33,3% dos pontos disputados nas sete partidas como mandante – duas derrotas e apenas uma vitória. Até por isso, é importante ter uma boa participação em Pelotas, amanhã, e contra o Sampaio Corrêa, no Maranhão, na terça-feira.

— Não temos que mudar a forma de jogar. Nos números estamos jogando melhor fora de casa, mas temos que nos impor tanto longe quanto no Jaconi para conseguir as vitórias — diz o volante Jair.

A rotina alviverde nos próximos dias será bastante corrida. Hoje, após o treinamento pela manhã, a equipe viaja para a Zona Sul do Estado. No sábado, realiza um treinamento em Pelotas, para somente depois retornar para a Serra. No domingo, viaja para São Luís-MA, onde terá o confronto válido pela 14ª rodada e adiado para a próxima terça-feira. Em menos de 24 horas, uma variação climática de aproximadamente 25°C.

— A Série B é difícil. Quem tem objetivo e quer vencer, não tem o que escolher. Se é no frio ou no calor, tem que estar preparado para tudo — avalia Leandro Lima.

Leia também
Agências dos Correios na Serra têm três anos para melhorar acessibilidade para pessoas com deficiência

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros