Juventude foca na preparação para maratona de seis jogos - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série B02/07/2018 | 20h36Atualizada em 02/07/2018 | 20h36

Juventude foca na preparação para maratona de seis jogos

Equipe do técnico Julinho Camargo ainda tem duas semanas até o início da forte sequência

Juventude foca na preparação para maratona de seis jogos Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

A mudança de data no jogo entre Juventude e Sampaio Corrêa traz um tempo maior para que a comissão técnica alviverde recupere alguns atletas que estão no departamento médico.  O confronto, que ocorreria no próximo domingo, foi transferido para o dia 17 de julho em virtude dos maranhenses estarem na final da Copa do Nordeste. 

Por outro lado, cria uma sequência de seis partidas em 22 dias até o fim do primeiro turno da Série B. O primeiro será diante do Brasil-Pel, fora de casa, no dia 13, às 18h. Neste período, serão cinco confrontos em apenas 14 dias.

— Vai ser uma maratona bem forte e vamos ter que preparar bem a turma. Teremos que contar com todos durante essa sequência de cinco jogos em 14 dias. Vamos aproveitar essa semana para o retorno de jogadores que são extremamente importantes — disse o técnico Julinho Camargo em entrevista à Rádio Caxias.

A lista do DM é de, pelo menos, cinco titulares no sistema do técnico alviverde. O goleiro Matheus Cavichioli e o lateral-direito Felipe Mattioni, que ficaram fora da derrota para o Vila Nova por desconfortos musculares, são os casos que menos preocupam e estarão à disposição para enfrentar o Brasil-Pel. A partir daí, a expectativa é de que o centroavante Elias, que se recupera de lesão na coxa, esteja treinando em breve e possa ser escalado diante dos Xavantes. Fellipe Mateus, Caio Rangel e Yuri Mamute ainda não têm previsão de retorno.

Em meio a tudo isso, a comissão técnica não cogita fazer amistosos no período. Por outro lado, deverá investir nos coletivos ao longo dos treinamentos.

— Trabalhamos com o coletivo, parando, mostrando e corrigindo (alguns movimentos). Muitas vezes o processo do campo reduzido dá a mecânica para o jogo, mas é importante que trabalhe isso no campo grande — ressaltou o treinador.

Além das lesões, há outros sete jogadores pendurados. Assim, a tendência é de que o grupo rode bastante ao longo dessa maratona.

Sequência
:: Brasil-Pel – 13/7 – Estádio Bento Freitas – 18h;
:: Sampaio Corrêa – 17/7 – Estádio Castelão (MA) – 20h30min;
:: CRB (C) – 21/7 – Estádio Alfredo Jaconi – 16h30min;
:: Ponte Preta – 24/7 – Estádio Moisés Lucarelli (SP) – 20h30min;
:: Fortaleza (C) – 28/7 – Estádio Alfredo Jaconi – 16h30min;
:: CSA – 3/8 – Estádio Rei Pelé (AL) – 21h30min.

Leia também
O que muda com as novas regras do cheque especial

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros