Juventude aposta em soluções caseiras para resolver problemas ofensivos  - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série B31/07/2018 | 19h00Atualizada em 31/07/2018 | 19h00

Juventude aposta em soluções caseiras para resolver problemas ofensivos 

Alviverde marcou apenas 17 gols nos 18 jogos disputados na competição

Juventude aposta em soluções caseiras para resolver problemas ofensivos  Lucas Amorelli/Agencia RBS
Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

O setor ofensivo segue sendo uma preocupação no Juventude para a sequência do campeonato. Com 17 gols marcados, apenas quatro equipes balançaram menos as redes do que o Ju nestes 18 jogos de Série B.

A direção está atenta ao mercado para reforçar o setor de ataque, mas garante que confia no elenco alviverde.

— Estamos observando o mercado dentro da nossa realidade. Se acharmos alguém para o ataque e com estas características, negociaremos. Mas entendemos que os retornos do Caio Rangel, do Yuri Mamute, do Fellipe Mateus e do Lucas (suspenso por doping) são reforços para o nosso time —  comentou Jones Biglia, vice de futebol do Juventude.

Independente de nomes, o sistema ofensivo ganhou um novo jeito de atuar, sobretudo no posicionamento de recomposição. O objetivo é que os  jogadores de frente tenham mais liberdade, como foi para Leandro Lima, Denner e Elias na última partida.

— Mudamos no jogo contra o Brasil-Pel. Desde lá, os homens de dentro (volantes) marcam os laterais para deixar nossos atacantes menos desgastados. Assim, eles podem ajudar mais  o centroavante. Contra a Ponte, por exemplo, teve momentos em que chegamos com cinco jogadores dentro da área rival. Acho que esse novo esquema favoreceu à equipe – explicou o volante Diones.

O jogador, inclusive, passou a receita para que o time possa fazer mais gols: tranquilidade na hora das conclusões.

— Acho que desde que estou aqui não tínhamos tantas atitudes positivas como nessa partida (contra o Fortaleza), mas não fomos felizes nas finalizações. É preciso tranquilidade, treinamento e trabalho. Não tem outra maneira. Não podemos nos abater, até porque não temos tempo para isso. Temos de seguir para buscar esses pontos perdidos no segundo turno – acrescentou Diones, titular no meio alviverde nos últimos dois jogos. 

 Leia também:
Intervalo: O comercial de Neymar foi mais um tiro no pé na reconstrução da imagem do jogador 

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros