Intervalo: Vitória sobre o CRB trouxe alívio e mostrou pontos importantes para o time alviverde - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião23/07/2018 | 07h00Atualizada em 23/07/2018 | 07h00

Intervalo: Vitória sobre o CRB trouxe alívio e mostrou pontos importantes para o time alviverde

Sequência à equipe titular é um dos pontos fundamentais ao bom desempenho

Intervalo: Vitória sobre o CRB trouxe alívio e mostrou pontos importantes para o time alviverde Lucas Amorelli/Agencia RBS
Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

Alívio dentro de casa
Todo o jogo da Série B prega peças interessantes ao torcedor. No sábado, o Juventude teve uma boa atuação, criou oportunidades para abrir o placar na primeira etapa, mas só chegou à vitória no finalzinho do segundo tempo. Quando ficou com um jogador a mais, teve até mais dificuldades do que quando eram 11 contra 11.

Leia Mais
Sequência da formação do Juventude diante da Ponte Preta passa pelas questões físicas
Europeus confirmam favoritismo e meninas do Brasil celebram bronze no Mundial para Surdos

Independentemente de qualquer situação, os três pontos conquistados no Jaconi foram fundamentais para trazer confiança ao grupo alviverde. E também para deixar ainda mais claras algumas questões.

Primeiro, Queiróz precisa ser titular do Juventude. É o atacante mais efetivo, que mais busca o algo diferente. Ao lado dele, aí está a grande dificuldade. Elias e Ricardo Jesus têm características semelhantes, de camisa 9. Falta uma opção de velocidade, um jogador que quebre as linhas defensivas na base do drible. Algo que seria fundamental no jogo de sábado.

O segundo item diz respeito ao zagueiro artilheiro. Fred tem se consolidado como um líder do grupo e, acima de tudo, uma referência técnica da equipe. Resolve bem atrás e ainda colabora muito ofensivamente.

Por fim, é preciso dar sequência ao time. Por mais que exista o desgaste natural, a base precisa ser mantida. No meio-campo, é hora de evitar as improvisações. Leandro Lima cresceu de produção, Denner entrou bem e Tony vai melhor quando atua recuado. Com a volta de Fellipe Mateus, o time tende a evoluir.

Basquete
A Liga Nacional de Basquete anuncia nesta terça-feira os times participantes do NBB 11. E, a menos que aconteça uma reviravolta, o Caxias Basquete ficará de fora. A equipe ainda não tem os valores necessários para disputar a liga. Nos últimos dias, o ala Alex Oliveira foi mais um a acertar com outra equipe. Vai atuar no Basquete Cearense.

Queda livre
O Joinville é outro dos clubes médios do futebol brasileiro que vive uma grave crise. Após disputar a elite em 2015, o time catarinense vem em queda livre e, se não conseguir uma reviravolta improvável na reta final da primeira fase da Série C, vai disputar Quarta Divisão em 2019.

Artilheiro
No Brasileirão, um nome chama a atenção. Não apenas pelas atuações e gols (nove), mas pela posição em que atua. Nos últimos anos, o país carece de bons centroavantes e Pedro, do Fluminense, surge como um extraclasse. Mostra maturidade incomum para um jovem de apenas 21 anos.

Leia Também
Mães protestam contra suposta negligência em atendimentos no Hospital Geral, em Caxias
Área de lazer junto ao complexo Dal Bó, em Caxias do Sul, irá se chamar Parque das Araucárias



 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros