Intervalo: o Juventude tem o jogo para mudar de status na competição - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 

Opinião27/07/2018 | 09h00Atualizada em 27/07/2018 | 09h00

Intervalo: o Juventude tem o jogo para mudar de status na competição

Se a vitória vier e com a confiança em alta, dá para acreditar em algo ainda melhor para o segundo turno

Intervalo: o Juventude tem o jogo para mudar de status na competição Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS
mauricio reolon

Novo status
O  futebol é tão dinâmico, surpreendente e fascinante que permite, em menos de 10 dias, uma mudança drástica no cenário de um clube. E isso ocorre em qualquer lugar do mundo. A calmaria logo vira tempestade após uma sequência de duas ou três derrotas. E o inverso vale da mesma forma.

O Juventude de Julinho Camargo entrou em campo diante do CRB pressionado. Venceu com um golaço de falta no finalzinho e viu crescer a confiança, reafirmada após novo triunfo, desta vez como visitante, diante da Ponte Preta.

Leia Mais:
Na reta final da maratona do primeiro turno, Juventude deve poupar mais jogadores
Procuradoria deverá recorrer da sentença imposta ao Caxias pelo STJD
Intervalo: Apesar da multa, julgamento acabou sendo muito positivo para o Caxias

A equipe que beirava o Z-4 e não convencia agora começa a pleitear vaga fixa na primeira parte da tabela. E isso passa justamente por uma palavra citada há pouco: confiança. Diante do líder Fortaleza, amanhã,  o Juventude tem o jogo para mudar de status na competição. 

Se a vitória vier e com a confiança em alta, dá para acreditar em algo ainda melhor para o segundo turno.

Incoerência
Beira o inacreditável o que fez o Palmeiras. Demitir Roger Machado é uma mistura de incoerência e incapacidade de avaliação. O treinador tinha quase 70% de aproveitamento e, segundo os dirigentes do clube paulista, foi liberado após o time não evoluir nos jogos depois da Copa. O detalhe: foram três jogos, com uma vitória, um empate e uma derrota.

O melhor? Quem vai assumir o cargo é Luiz Felipe Scolari, o Felipão. A esta altura da temporada, uma mudança drástica na ideia de futebol. Até pode dar certo, mas é incoerente.

Resumindo: não adianta ter dinheiro se ele não for bem utilizado.

Série A
O Brasileirão promete ser um dos mais equilibrados dos últimos anos. Flamengo, São Paulo, Grêmio e Cruzeiro despontam como favoritos. Não acredito que Inter, Atlético-MG e Palmeiras tenham força para chegar.

Olho nele, de novo
A cada janela europeia a notícia se repete. O lateral-esquerdo caxiense Alex Telles tem seu nome citado como possível reforço dos principais clubes do mundo. Nesta semana, o jornal Record, de Portugal, destacou o interesse do Real Madrid no jogador que é um dos destaques do Porto.

Telles tem contrato com o clube português até 2021 e uma cláusula de contrato de 40 milhões de euros (cerca de R$ 177 milhões). O Porto exige o valor para a liberação.

Ex-Ju
O zagueiro Rafael Pereira, ex-Juventude e que estava no Ceará, foi anunciado ontem como um dos novos reforços da Chapecoense.

Leia Também:
Jairo Jorge é oficializado como candidato do PDT ao Governo do Rio Grande do Sul
Começam as obras no acesso a Forqueta, em Caxias
Não há obra prevista para contenção de deslizamentos na BR-116, em São Marcos

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros