Intervalo: No reencontro após a decisão do acesso em 2016, Ju tentará desbancar líder Fortaleza - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião28/07/2018 | 06h30Atualizada em 28/07/2018 | 06h30

Intervalo: No reencontro após a decisão do acesso em 2016, Ju tentará desbancar líder Fortaleza

Equipes vivem momentos distintos na competição e alviverde quer subir na tabela

Intervalo: No reencontro após a decisão do acesso em 2016, Ju tentará desbancar líder Fortaleza Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Equipe de Julinho Camargo busca a terceira vitória seguida na Série B Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Jogo grande
É um reencontro marcante para o torcedor Jaconero. Depois dos confrontos em outubro de 2016, será a primeira vez que Juventude e Fortaleza se reencontram em campo. Naqueles dois duelos, o time alviverde levou a melhor e conseguiu o acesso à Série B. Os cearense precisaram penar um pouco mais e subiram no ano seguinte. 

Leia Mais
Elias não treina e será desfalque no Juventude contra o Fortaleza
Intervalo: o Juventude tem o jogo para mudar de status na competição 

Agora, na Segunda Divisão nacional, as equipes tiveram largadas bem diferentes na competição. O Fortaleza disparou na liderança, mas vem perdendo força nas últimas rodadas. Mesmo assim, segue como um forte candidato ao acesso. Por outro lado, o Ju tenta fazer o caminho inverso. Oscilante nas primeiras rodadas, venceu as duas últimas e parece ter encorpado. Uma nova vitória em casa, contra o atual líder, seria o sinal de que é possível sonhar mais alto.

Muda sem mexer na estrutura
A alternância de jogadores por conta da sequência de jogos é natural. Acontece aqui, na Europa e em qualquer lugar do mundo. O grande segredo é ter uma estrutura bem formatada de time e fazer com que as mudanças não surtam tanto efeito.

É o que Julinho tem conseguido no Juventude. Contra o Fortaleza, o time deve estar muito perto do que ele considera ideal. E as opções aumentam com nomes como Fellipe Mateus.

E esse vestiário?
Na sexta-feira, o técnico do PSG, o alemão Thomaz Tuchel, foi questionado sobre Neymar. O brasileiro ainda está em período de férias, enquanto o treinador comanda o time durante a pré-temporada em Singapura.

Tuchel diz que está empolgado para trabalhar com tantos astros:

– Temos um ataque extraordinário, temos Neymar, Cavani e Mbappé. Estou ansioso para trabalhar com esses jogadores.

A grande dúvida está justamente na relação dos craques dentro do clube. Neymar chegou para ser a estrela do PSG e, após a Copa, ficou com a imagem arranhada e viu os dois companheiros brilharem no torneio.

Mbappé mostrou o quanto pode ser decisivo e até ofuscar o camisa 10 da Seleção Brasileira no clube francês. Outra questão é como o trabalho em Paris pode influenciar o futuro de Neymar na equipe de Tite.  

 Leia Também
Câmara de Vereadores de Caxias aprova projeto "Reciclagem na escola tem valor" 


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros