Ex-companheiros de Tite no Caxias, Casagrande e Gilberto relembram de passagens com o treinador da Seleção - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Bodega do Bachi #506/07/2018 | 10h00Atualizada em 06/07/2018 | 11h31

Ex-companheiros de Tite no Caxias, Casagrande e Gilberto relembram de passagens com o treinador da Seleção

Dupla ainda foi comandada pelo técnico no Guarany de Garibaldi

Ex-companheiros de Tite no Caxias, Casagrande e Gilberto relembram de passagens com o treinador da Seleção Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Na quinta edição da Bodega do Bachi, programa feito em parceria entre o Jornal Pioneiro, RBS TV e Rádio Gaúcha Serra, os convidados foram dois companheiros de Tite nos gramados. O ex-goleiro Genuir Casagrande e o ex-lateral Gilberto Capelletti relembram histórias do técnico da Seleção Brasileira quando ele ainda iniciava no futebol, nas categorias de base do Caxias.

Leia Também
"Atletas" do Carrossel contam histórias do técnico da Seleção e falam da amizade com Tite
Na terceira edição da Bodega do Bachi, tema central foi a passagem de Tite pelo Ju

– Conheci o Tite em 1981. Era um jogador magro e de perna comprida. Parecia ser lento, mas não era. Ele tinha um passe preciso e bom controle de bola. Se via que ele poderia evoluir e ser um grande jogador, mas as lesões o atrapalharam – relembra Casagrande.

A relação com Gilberto foi ainda próxima, já que os dois iniciaram a carreira praticamente juntos:

– Chegamos para fazer testes no juvenil do Caxias em 1977, no mesmo dia, na mesma avaliação. Subimos juntos depois para o profissional e só tenho coisas boas para lembrar. Na época do juvenil, ficamos 49 jogos sem perder. 

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 05/07/2018 - Bastidores da gravação do quinto programa Bodega do Bachi, que tem produção em parceria do jornal Pioneiro, rádio Gaúcha Serra e RBS TV. A gravação ocorreu no Museu São Braz, na Comunidade de São Bráz, interior de Caxias do Sul, e contou com a participação de amigos do Tite. NA FOTO: Gilberto, ex-lateral, e Casagrande, ex-goleiro. (Marcelo Casagrande/Agência RBS)
Gilberto (E) e Casagrande atuaram com Tite no Caxias e depois foram treinados por eleFoto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

A parceria dos três se extendeu ao time profissional. O trio dividia o quarto na concentração e compartilhou muitas histórias. Tite é, por exemplo, padrinho de casamento de Casagrande.

– A gente gostava de jogar um carteado na concentração. Até virava a noite de vez em quando – lembra o ex-goleiro.

Outro momento especial vivenciado pelos três foi em um jogo que teria sido marcante para Tite, não fosse um pequeno detalhe. 

– Em 1981, o Ca-Ju foi marcante. Ele (Tite) diz que tem um gol em Ca-Ju. Sempre fala isso. Só que o jogo não acabou. Até fui eu quem cruzou a bola para ele fazer o gol de cabeça no primeiro tempo. Só que, no intervalo do jogo, um temporal cancelou a partida, que iniciou novamente no dia seguinte, outra vez com 90 minutos, e acabou 0 a 0 – recorda Gilberto. 

As aventuras do trio não se resumiram ao Caxias. Gilberto e Casagrande reencontraram Tite em 1991. Na oportunidade, o então técnico do Guarany de Garibaldi os chamou para ajudá-lo no desafio de colocar a equipe serrana na elite do futebol gaúcho. 

– Em 1991, fomos convidados pelo Tite para jogar no Guarany de Garibaldi. Era o primeiro clube dele e o segundo ano de trabalho na nova função. Nós chegamos até a semifinal da Segunda Divisão, faltou um jogo para conseguir o acesso – relembra Gilberto. 

– Ele dava a palestra e parecia que tinha de entrar naquela hora em campo. A gente ficava arrepiado com o discurso dele. A mudança do tom de voz era marcante e despertava os jogadores – cita Casagrande ao lembrar das características do jovem treinador.

Agora, os companheiros de concentração estão na expectativa pelo jogão de hoje. Os dois confiam plenamente na Seleção de Tite e apontam o Brasil como um dos favoritos ao título. Afinal, quem conhece o treinador há tanto tempo sabe que a superação de obstáculos é um dos grandes méritos de sua carreira.

Leia Também
Principais jogadores da última temporada já deixaram o Caxias do Sul Basquete

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros