"Era mais do que treinador. Era um paizão para todo mundo", diz Matheus sobre Beto Campos - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Luto dos campeões23/07/2018 | 11h36Atualizada em 23/07/2018 | 11h36

"Era mais do que treinador. Era um paizão para todo mundo", diz Matheus sobre Beto Campos

O goleiro e o volante Amaral conquistaram o Gauchão 2017 com o técnico, que morreu nesta segunda

"Era mais do que treinador. Era um paizão para todo mundo", diz Matheus sobre Beto Campos Diogo Sallaberry / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agência RBS / Agência RBS

A morte do técnico Beto Campos, na madrugada desta segunda-feira, surpreendeu a todos. O falecimento do treinador foi muito lamentada por jogadores que trabalharam com ele. No elenco do Juventude, dois campeões gaúchos em 2017 sob comando de Beto mostraram seu pesar.

Bastante consternado, o goleiro Matheus Cavichioli, craque do Gauchão 2017 pelo Noia, lembrou a importância que Beto teve naquele momento da sua carreira:

— Foi o cara que me deu oportunidade. Se por acaso estou aqui no Juventude, se no cenário nacional sou um pouco conhecido hoje, foi pela oportunidade que ele me deu. De ter me colocado para jogar, de ter confiado e de termos conquistados juntos o título ano passado. Pega todo mundo de surpresa. E uma surpresa bem ruim. Eu treinei hoje bem chateado. 

O goleiro lembrou do perfil de Beto junto ao grupo de atletas:

Leia também:
Morre o técnico Beto Campos, comandante do Caxias no retorno à elite do futebol gaúcho

— Era mais do que treinador. Era um paizão para todo mundo.Uma voz mansa, tranquila, sempre uma palavra boa.

Outro campeão com Beto Campos, o volante Amaral, lembrou com carinho do treinador:

— A gente fica triste. Foi a pessoa que muito me ajudou e me mostrou o caminho certo dentro e fora de campo. Eu estava vindo para o treinamento e vi que o William, filho dele, postou no Facebook. Fiquei chocado, era um cara novo. Uma pessoa do bem e que estava sempre querendo ajudar o próximo.

Apesar da dor, o goleiro Matheus celebrou as conquistas de Beto Campos:

— Num momento desse consigo achar uma parte feliz, porque antes de ter acontecido isso, ele conseguiu mostrar o nome e o trabalho dele, não só para o cenário gaúcho, mas no nacional. Fica a saudade. Mas ficam eternizados também os bons momentos juntos que passamos, principalmente na conquista que tivemos.

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros