Com punição leve, Caxias não perde mando de campo e é multado por incidentes contra o Treze-PB - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série D25/07/2018 | 19h43Atualizada em 26/07/2018 | 15h18

Com punição leve, Caxias não perde mando de campo e é multado por incidentes contra o Treze-PB

Setor do estádio será fechado em dois jogos e clube pagará R$5,1mil de punição

Com punição leve, Caxias não perde mando de campo e é multado por incidentes contra o Treze-PB Porthus Junior / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Porthus Junior / Agência RBS / Agência RBS
Pioneiro
Pioneiro

O Caxias foi julgado na tarde de quarta-feira, no Rio de Janeiro, por conta dos incidentes no jogo contra o Treze-PB, pelas quartas de final da Série D. A terceira comissão disciplinar do Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) puniu o clube com multa de R$ 5,1 mil e interdição parcial do Estádio Centenário em dois confrontos em competições organizadas pela CBF. Apenas o setor leste, onde aconteceu a invasão do torcedor — acima dos vestiários — não poderá ser utilizado.

Dos outros julgados, o lateral-esquerdo Julinho pegou um confronto de suspensão e o atacante Caio Cezar quatro partidas de afastamento. O goleiro Lúcio foi absolvido. Além dos jogadores, o segurança grená Paulo Teixeira foi punido com 360 dias fora das atividades ligadas ao futebol. Rafael Lessa, médico do clube, foi absolvido por unanimidade, inclusive pela procuradoria do STJD.

O Caxias pagará as punições de fechamento setorial do Centenário na Série D de 2019. O clube não participará de outra competição organizada pela CBF até lá.

Leia também
Tite segue no comando da Seleção Brasileira até a Copa de 2022

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros