Caxias ainda discute uma possível participação na Copinha  - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Recomeço10/07/2018 | 20h21Atualizada em 10/07/2018 | 20h26

Caxias ainda discute uma possível participação na Copinha 

Enquanto clube analisa o futuro, Gilson é o primeiro jogador a rescindir

Caxias ainda discute uma possível participação na Copinha  Felipe Nyland/Agencia RBS
Gilson é o primeiro jogador a deixar o Estádio Centenário, após a eliminação na D Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

O Caxias trabalha em dois pontos muito importantes neste momento: decidir o futuro no segundo semestre e a defesa sobre a confusão após a partida contra o Treze, no último domingo. Nesta terça, o presidente Roberto Delazzeri esteve em Porto Alegre para iniciar as conversas sobre o julgamento no STJD e os argumentos que o clube poderá apresentar. O outro passo depende do grupo gestor tomar uma decisão nesta semana. 

A definição sobre a participação na Copa Wianey Carlet, que inicia no mês de agosto, sairá até sexta-feira. Num primeiro momento, a tendência é positiva. Ganhar a Copinha seria a forma segura de garantir uma vaga na Série D da próxima temporada. Outra possibilidade é aguardar a confirmação da CBF quanto ao formato do torneio e quantos representantes cada Estado terá em 2019. Se Rio Grande do Sul seguir com três, o Caxias estará garantido pela classificação no Gauchão 2018.

A partir da definição sobre a Copinha, um novo planejamento será iniciado. Por enquanto, apenas seis atletas têm contrato com o clube para a próxima temporada: os zagueiros Junior Alves e Thiago Sales, o volante Guto Dresch, os meias Rafael Gava e Alex Willian, além do centroavante João Paulo (que  foi emprestado ao término do Estadual). O restante dos jogadores têm vínculo até o início do mês de agosto, quando encerra a Série D. 

O primeiro a deixar o Centenário será o volante Gilson, que pediu rescisão na terça-feira e deve ser apresentado pelo Brasil-Pel nos próximos dias. O restante do grupo se reapresenta na próxima sexta-feira. A partir daí, ocorrerão reuniões com os atletas para definições de futuro. Como o orçamento para o segundo semestre é menor, quem ficar terá que reduzir o salário.

Leia também
Próximos dias devem ter mais frio e geada na Serra

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros