Juventude busca empate contra o Coritiba em jogo de arbitragem polêmica - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série B11/06/2018 | 20h00Atualizada em 11/06/2018 | 20h00

Juventude busca empate contra o Coritiba em jogo de arbitragem polêmica

Placar de 1 a 1 teve golaço de Fred e dois pênaltis reclamados pela equipe alviverde

Juventude busca empate contra o Coritiba em jogo de arbitragem polêmica Porthus Junior / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Porthus Junior / Agência RBS / Agência RBS

Um pacto foi criado entre a torcida do Juventude na noite desta segunda-feira. O time entrou em campo, jogou e buscou mais um empate no Campeonato Brasileiro da Série B sem ouvir uma vaia. O 1 a 1 contra o Coritiba no Estádio Alfredo Jaconi, não era o resultado que a torcida esperava, mas os Jaconeros mostraram que estão com o clube na competição. Com arbitragem desastrosa e dois pênaltis não marcados, o time de Julinho Camargo segue com a sequência invicta na segunda divisão nacional - oito jogos, com três vitórias e cinco empates. O time volta a campo dia 21, contra o Goiás, fora de casa.

O primeiro tempo não foi de grandes chances de lado a lado. Ainda assim, o Juventude conseguiu ter maior controle da partida, enquanto o Coritiba não conseguia espaço para infiltrar na defesa do time de Julinho Camargo. E antes de que as oportunidades de lado a lado pudessem ter relevância, o alviverde gaúcho já reclamava de pênalti. Aos 13 minutos, Leandro Lima cobrou escanteio e Fred desviou. A bola bateu na mão de Vinícius Kiss, dentro da área, mas o juiz nada marcou.

Quem tentava era o Ju. E aos 17, Queiroz chutou de longe para firme defesa do goleiro do Coxa. Aos 36, depois de muito estudo de parte a parte, foi a vez de Ricardo Jesus arriscar de fora da área, após fazer boa jogada, e novamente Wilson apareceu.

Os visitantes só apareceram de fato aos 42. Após belo lance de Leandro Silva pela direita, que limpou três marcadores e fez o cruzamento. Iago antecipou aos marcadores e tentou, de letra, tirar de Matheus, mas não pegou com força na bola.Dois minutos depois, Alisson farias avançou a dribles e tocou para Simião, que chutou forte e canisa 1 do Ju fez a defesa.

Antes do intervalo, Queiróz ainda obrigou Wilson a fazer boa defesa. O atacante matou no peito, da entrada da área, e chutou com força para corte parcial do goleiro adversário. Na saída para os vestiários, diferente de outros jogos na Série B, aplausos e gritos de incentivo da arquibancada do Jaconi.

A segunda etapa começou com o Juventude perdendo a grande chance da partida. Aos sete minutos, o Coritiba saiu errado e a bola sobrou para Ricardo Jesus, que limpou a marcação e cruzou para Queiroz.O atacante, livre e sem marcação, mandou por cima do gol de Wilson em um lance inacreditável.

Aos 25, novamente o Ju chegou com força. Felipe Mattioni tocou para Tony e correu. O meia deu um passe de extrema habilidade e mandou por cima de toda a marcação dos paranaense na devolução da bola a Mattioni, que tentou o cabeceio, mas sem força.Depois, aos 28, Foi Taufer quem tentou, em chute à esquerda de Wilson.

Quando o time de Julinho Camargo parecia melhor, veio o castigo. Aos 32, lançamento da defesa do Coritiba que encontrou a defesa juventudista desorganizada. Guilherme Parede dominou com espaço e só tirou de Matheus Cavichioli: 1 a o Coxa.

Quando parecia que o Juventude havia perdido o controle da partida, veio o empate. Após falta sofrida por Douglas Kemmer, próximo da área do Coritiba. Aos 43, na cobrança com perfeição, Fred mandou por cima da barreira com técnica e força, indefensável para Wilson, que apenas olhou a bola no fundo das redes.

Ainda deu tempo do segundo erro da arbitragem. Douglas Kemmer dividiu com Alex Alves e a bola bateu na mão do zagueiro do Coritiba. Nada foi marcado e o jogo terminou. Aplausos para o time e muitas vaias para o árbitro.

Ficha técnica

Juventude x Coritiba - Estádio Alfredo Jaconi - Série B - 11ª rodada

Público: 2.218 Renda R$22.190,00

Gols: Guilherme Parede(C), aos 32 minutos, e Fred(J), aos 43, no segundo tempo.

Juventude: Matheus Cavichioli, Felipe Mattioni, Rafael Bonfim, Fred e Pará(A); Diones, Jair, Choco (Taufer,21/2°), Leandro Lima (Tony,21/2°); Guilherme Queiróz (Douglas Kemmer,29/2°) e Ricardo Jesus.Técnico Julinho Camargo

Coritiba: Wilson, Leandro Silva (A), Thalisson Kelven, Alex Alves e William Matheus; Vitor Carvalho(A) (Simião,18/1°), Vinícius Kiss(A), Yan Sasse e Alisson Farias (Nathan(A),17/2º); Iago (Guilherme Parede,27/2°) e Pablo Thomaz. Técnico Eduardo Batista

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros