Intervalo: Um final dramático para o grupo que parecia ser a barbada da Copa - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião25/06/2018 | 21h00Atualizada em 25/06/2018 | 21h00

Intervalo: Um final dramático para o grupo que parecia ser a barbada da Copa

Por muito pouco, Irã não eliminou Portugal de Cristiano Ronaldo

Intervalo: Um final dramático para o grupo que parecia ser a barbada da Copa JUAN BARRETO/AFP
Foto: JUAN BARRETO / AFP

No detalhe
Por muito pouco, o primeiro dia de definições da fase de grupos da Copa não teve uma grande zebra. Tudo estava definido até que o Irã chegou ao gol de empate contra Portugal, já nos acréscimos. A Espanha, no mesmo momento, chegou ao empate diante de Marrocos e praticamente garantiu a vaga. 

Leia Mais
Juventude terá mudanças para enfrentar o Vila Nova-GO
CBF confirma datas de Caxias e Treze-PB pelas quartas de final

Só que ainda havia um detalhe. Caso o chute de Taremi, lá pelos 49 do segundo tempo, não tivesse acertado a rede pelo lado de fora, e sim o gol de Rui Patrício, eram os iranianos que ficariam com a liderança da chave. E a turma de CR7 iria embora.

Faltou pouco para o Irã fazer história. De qualquer forma, vale ressaltar a grande campanha dos asiáticos e também dos marroquinos no Grupo B. Para quem imaginou que seria barbada...

Será que vai?
A grande questão desta terça-feira diz respeito a Argentina. Atropelada pela Croácia na última rodada, a equipe de Messi ganhou sobrevida após a vitória da Nigéria sobre a Islândia. Praticamente depende apenas de si para avançar. Mas, será que o craque do Barcelona conseguirá levar o seu time nas costas e minimizar todos os problemas internos que ficaram aflorados nos últimos dias? É difícil apostar, mas acho que os hermanos ainda avançam às oitavas.

Sem mudar
Sem Douglas Costa, repetir a formação dos dois primeiros jogos é a alternativa mais coerente para Tite. Caso opte por alguma mudança, acredito que seja o retorno de Renato Augusto no meio-campo, como era e deu certo nas Eliminatórias Sul-Americanas.

Sem desculpa
Torcedores grenás, podem marcar na agenda: 8 de julho, domingo, às 16h.

Não tem desculpa de horário. Não vale reclamar do frio. É o jogo do ano, talvez o mais importante da década para o clube grená. 

Por isso, todos ao Centenário para a decisão da vaga na Série C de 2019.

É como se fosse final de campeonato. E, sendo assim, não se pode imaginar menos de 10 mil vozes empurrando o time de Winck.

Para deslanchar
O Juventude de Julinho Camargo tem mais uma boa oportunidade para deslanchar na Série B. Depois de duas atuações seguras contra Coritiba e Goiás, onde ficou no empate, a equipe alviverde precisa mostrar um algo a mais diante do seu torcedor.

Se quiser ir longe na Segunda Divisão, o Ju tem que ser mais forte dentro de casa. Até aqui, só teve uma vitória. É muito pouco.

Leia Também
Bombeiros interditam obra onde mulher morreu soterrada em Caxias


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros