Intervalo: O desequilíbrio nas chaves das oitavas de final da Copa do Mundo - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião29/06/2018 | 06h00Atualizada em 29/06/2018 | 06h00

Intervalo: O desequilíbrio nas chaves das oitavas de final da Copa do Mundo

Nesta sexta-feira sem jogos do Mundial, Juventude celebra 105 anos

Intervalo: O desequilíbrio nas chaves das oitavas de final da Copa do Mundo André Mourão / MoWA Press/MoWA Press
Braail está no lado mais complicado e deverá ter, pelo menos, duas pedreiras no caminho se quiser chegar à final Foto: André Mourão / MoWA Press / MoWA Press

Lados distintos
Ficou, no mínimo, desigual. Pelo menos em uma primeira avaliação. A queda da Alemanha, que era favorita para ser líder do Grupo F, e o fato de a Argentina ter ficado na segunda colocação da sua chave deixaram desequilibrados os dois lados das oitavas de final.

Leia Mais
Na Europa, equipes de handebol do Recreio da Juventude disputam dois dos principais torneios da modalidade
Juventude aproveita período sem jogos para recuperação de jogadores

Em um cruzamento, estão quatro campeões mundiais – Uruguai, Argentina, Brasil e França – e seleções perigosas como Portugal e Bélgica. Do outro, Espanha e Inglaterra poderiam ser favoritas destacadas não fosse a oscilação de ambas na fase de grupos. Com isso, cresce a chance de uma surpresa. 

Quem sabe, Colômbia, Suíça ou Croácia não possa aparecer em uma semifinal ou até na decisão do título. 

Caminho definido
Tenho total confiança de que o Brasil passa pelo México. Depois, o caminho começa a ficar mais complicado. A tendência é que o time de Tite encontre, em possível jogo de quartas de final, a Bélgica. A partir daí,  só tem pedreira: França, Argentina, Uruguai ou Portugal.

Sem jogos
A sexta-feira é um dia triste para os amantes do futebol. Depois de toda a euforia causada pela primeira fase, vem o momento de baixar a poeira. Nenhum jogo sequer. Mas, calma gente. Neste sábado, tem dois jogaços pelas oitavas de final.

Parabéns, Juventude
O Juventude celebra nesta sexta-feira, dia 29 de junho, 105 anos de existência. Como parte da comemoração, os Jaconeros vão se reunir em um jantar, a partir das 20h,  no Salão Paroquial de São Romédio. 

O valor do ingresso é R$ 50 e o cardápio tem sopa de agnoline, lesso, salada verde, maionese, macarrão, risoto, carne de porco, galeto e café com biscoito. Os convites estão à disposição na secretaria do Alfredo Jaconi, das 9h às 12h e das 13h30min às 18h30min.

Filme dos 100 anos
Em meio ao período festivo, o Juventude lançou recentemente o filme/documentário: “100 anos de Papada”.  Com direção do cineasta Airton Soares, da CDI Filmes, e pesquisa histórica do médico e escritor, Francisco Michielin, o documentário relembra passagens marcantes do clube alviverde, ilustradas com depoimentos de jogadores, torcedores, dirigentes e técnicos eternizados na história do Ju.

 Posteriormente, o DVD do filme estará à disposição dos torcedores na Papo Store, loja oficial do Juventude, no Alfredo Jaconi. Porém, ainda não existe data definida para comercialização.

Leia também
As vantagens do Caxias por jogar a primeira partida das quartas em campo neutro


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros