Intervalo: As zebras e os números da primeira rodada da Copa do Mundo - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião20/06/2018 | 06h30Atualizada em 20/06/2018 | 06h30

Intervalo: As zebras e os números da primeira rodada da Copa do Mundo

Senegal e Japão derrubaram os favoritos do Grupo H nesta terça-feira

Intervalo: As zebras e os números da primeira rodada da Copa do Mundo Francisco Leong/AFP
Senegaleses (de verde) se destacaram na Foto: Francisco Leong / AFP

Quebrou o bolão
Nestes primeiros dias de Copa do Mundo, dificilmente você que está lendo a coluna e participa de algum bolão  não tenha ouvido de algum amigo: “Esse resultado quebrou meu bolão”.

E tem sido assim dia após dia. Nesta terça, por exemplo, os favoritos e melhores ranqueados do Grupo H decepcionaram. Antes, a Alemanha tropeçou, Brasil e Argentina empataram. 

Leia Mais
Senegaleses fazem a festa no Centro de Caxias do Sul com vitória na estreia

Melhor para os que preferiram apostar nos azarões. Ou então, em seleções carismáticas, como a de Senegal.

Aliás, a festa senegalesa em Caxias foi muito bacana. Que a primeira vitória africana nesta Copa, com uma grande atuação sobre a Polônia, inspire também a Seleção de Tite.

Números da 1ª rodada
Quando o árbitro Nawaf Shukralla apitou o final de Polônia 1x2 Senegal, chegou ao fim a primeira rodada da Copa da Rússia, que chamou atenção pelos pênaltis marcados (com árbitro de vídeo ou não), pela grande atuação de Cristiano Ronaldo, pelos gols de falta e também por uma festejada ausência: a do 0 a 0.

Número de gols
2018:  38
2014: 52

Média de gols
2018: 2,38
2014: 3,27

Maior goleada
2018: Rússia 5x0 Arábia Saudita
2014: Espanha 1x5 Holanda

Pênaltis
2018: 9
2014: 6

Gols de falta
Em apenas uma rodada, o Mundial da Rússia já superou o total de gols de falta da Copa do Brasil – foram apenas três em 2014: Messi (Argentina, contra a Nigéria), Dzemalli (Suíça, contra a França) e David Luiz (Brasil, contra a Colômbia). Os quatro gols de 2018 foram feitos por Golovin (Rússia), Cristiano Ronaldo (Portugal), Kolarov (Sérvia) e Quintero (Colômbia).

E os favoritos?
A grande questão da Copa que começara a ser respondida a partir da segunda rodada. Os grandes favoritos – Brasil, Alemanha, França, Espanha e Argentina – vão desencantar? Até agora, só a Fúria teve uma boa atuação, no empate com Portugal.

Leia Também
Juventude faz últimos ajustes antes de viagem para enfrentar o Goiás
Irmã do prefeito de Caxias e pré-candidata a deputada ganha exposição no site da prefeitura


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros