Caxias tem na invencibilidade no Centenário um apoio para a decisão do domingo - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série D08/06/2018 | 08h00Atualizada em 08/06/2018 | 08h00

Caxias tem na invencibilidade no Centenário um apoio para a decisão do domingo

Equipe grená ainda não perdeu como mandante em 2018

Caxias tem na invencibilidade no Centenário um apoio para a decisão do domingo Marcelo Casagrande / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agência RBS / Agência RBS

O Caxias tem um forte aliado para a decisão de domingo contra o Maringá, pela segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série D. O retrospecto positivo do time no Estádio Centenário em 2018. Foram 11 jogos em casa, com quatro vitórias e sete empates. Por isso, a confiança anda em alta para a classificação à próxima fase da competição.

— Tem que ser um jogo de inteligência, pois sabemos da qualidade do adversário. Estamos invictos em casa. Faz tempo. Desde que cheguei não sei o que é derrota com a camisa do Caxias. Lá tivemos chances de matar o jogo e não fizemos. Mas, em casa, vai dar tudo certo e sairemos classificados — disse o atacante Nathan Cachorrão, que estreou pelo grená após a derrota para o Avenida, o único jogo perdido pelo time na temporada.

Nem mesmo a chance desperdiçada pelo centroavante Wesley, em cobrança de pênalti, na partida no interior paranaense, diminui a concentração do time e a confiança de Cachorrão no camisa 9:

— A gente conversou durante a viagem. Com certeza, ele ficou abalado por ter errado o pênalti, mas tem nosso total apoio. É um jogador muito importante para o time, o centroavante que vem fazendo gols, ajudando, segurando a bola na frente. Aposto que ele vai guardar mais um no domingo e vamos sair classificados.

Para o zagueiro Júnior Alves, o mando de casa será um diferencial para o grená:

— É um gás a mais. Sabemos que nossa equipe é muito forte dentro de casa, está a bastante tempo invicta. Então é mais um ânimo para que a gente possa entrar bem e buscar a vitória.

E se o torcedor tem algum temor sobre o fantasma do Avenida, Nathan Cachorrão passa o sentimento do vestiário:

— Com certeza não vai acontecer. O torcedor pode ficar tranquilo, comparecer, que vamos conseguir juntos a classificação.

 Leia também

Marcelo Demoliner avalia ida de Amanda de Oliveira para centro de treinamento no Rio

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros