Caxias tem atuação segura, vence e encara o Uberlândia nas oitavas - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série D10/06/2018 | 17h50Atualizada em 10/06/2018 | 20h24

Caxias tem atuação segura, vence e encara o Uberlândia nas oitavas

Equipe grená goleou o Maringá por 3 a o e avança mais uma fase na competição

Caxias tem atuação segura, vence e encara o Uberlândia nas oitavas Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Com tranquilidade e autoridade. Assim o Caxias chega nas oitavas de final da Série D para encarar o Uberlândia. Na tarde de domingo, o time do técnico Luiz Carlos Winck foi firme, focado e goleou o Maringá por 3 a 0, no Centenário. Como tem a melhor campanha, o primeiro jogo da próxima fase será no interior mineiro e a segunda na casa grená.

Numa tarde inspirada, o time de Winck fez os seus gols com Eder e Júnior Alves ainda na etapa inicial. Lito, contra, fez o terceiro no segundo tempo e sacramentou a eliminação do time paranaense.

O Maringá até tentou iniciar a partida  com uma pressão no campo ofensivo. Mas não teve efeito. O que deu certo foi a apertada que os atacantes grenás deram sobre os zagueiros do time paranaense. Aos quatro, Robinho atrasou para o goleiro e recebeu a bola de volta. Quando dominou, Eder estava pronto para desarmá-lo e ficar de frente para a goleira. Ele bateu no canto e abriu o marcador. 

O gol fez o Caxias jogar dentro da área adversária. Aos oito, Gava concluiu cruzamento de Nathan e a defesa afastou quando a bola estava em cima da linha. Aos 12, Eder concluiu, dentro da área, mas em cima do marcador. A bola foi para escanteio. Após a cobrança, a bola ficou viva na área. Eder cruzou, da direita, a bola desviou em Denis Neves e sobrou para Rafael Gava em cima da linha de fundo. Ele tocou para trás e Júnior Alves marcou: 2 a 0. 

O Caxias foi melhor. Ainda teve chance com Eder aos 24, Wesley aos 30 e Diego Miranda aos 36. Em ambas faltou capricho para transformar em gol. O Maringá assustou poucas vezes. Aos 38, Bruno Batata cabeceou por cima do gol. Mas a principal foi aos 47. Paulinho Moccelin cobrou falta da intermediária, Bruno Batata desviou e ela passou rente à trave. 

Logo na volta do intervalo, com um minuto, Cleiton recebeu na direita e cruzou rasteiro para Wesley. O artilheiro grená não concluiu bem e chutou para fora. Aos seis, Gilson desviou uma cobrança de escanteio e obrigou o goleiro fazer grande defesa. Na nova cobrança, de Diego Miranda, Lito cabeceou forte contra o próprio gol: 3 a 0.

Num jogo tranquilo, Eder quase fez o quarto aos 16. Ele finalizou cruzado e a bola foi desviada. O Maringá tentou se aproximar da goleira defendida por Gledson. Pouco conseguiu, sempre parando na boa marcação grená. Aos 28, Bruno Batata bateu da entrada da área e fácil para o goleiro.

Em contra-ataque, aos 34, Túlio Renan foi lançado por Diego Miranda. Livre, ele invadiu a área e chutou em cima do goleiro Matheus. Perdeu mais uma chance. Não fez necessidade. O Caxias venceu por 3 a 0 e agora faltam quatro jogos para conquistar o acesso.

Ficha técnica
Caxias: Gledson; Cleiton, Júnior Alves, Jean e Julinho; Gilson, Rafael Gava e Diego Miranda; Nathan (Caio Cézar 41/2º), Wesley (Foguinho, 23/2º) e Eder (Túlio Renan, 27/2º). Técnico: Luiz Carlos Winck

Maringá: Matheus; Lito, Alex Fraga, Robinho (Renan Costa 16/1º), Denis Neves; Carlão, Serrato, João Pedro, Paulinho Moccelin  (Dandan, 18/2º); Juba e Bruno Batata. Técnico: Fernando Marchiori

Gols: Eder (C), aos 4min, Júnior Alves (C), aos 12min, no primeiro tempo. Lito (C, contra), aos sete, no segundo tempo. Árbitro: Ronei Candido Alves, Marconi Hebert Vieira e Marcyano da Silva Vicente (MG). Amarelos: Geninho, Nathan, Julinho (C); Serrato, Carlão, Lito (M)

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros