Caxias tem a invencibilidade como um diferencial para enfrentar o Uberlândia - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série D15/06/2018 | 06h11Atualizada em 15/06/2018 | 06h11

Caxias tem a invencibilidade como um diferencial para enfrentar o Uberlândia

Equipe grená está em Minas Gerais para o jogo deste sábado

Caxias tem a invencibilidade como um diferencial para enfrentar o Uberlândia Porthus Junior/Agencia RBS
Winck deve ter um time mais defensivo fora de casa Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

A credencial do Caxias para encarar o Uberlândia neste sábado, às 16h, no Estádio Parque do Sabiá, interior mineiro, é o retrospecto na Série D. Até o momento foram quatro partidas fora de casa, apenas um empate e três vitórias. Não à toda o time está invicto na competição e seguindo a famosa campanha de cartilha. Isso se deve e muito –exceto a primeira partida contra o Inter de Lages/SC – na busca por informações e a definição das estratégias ideais.

Contra o adversário mineiro não foi diferente. As informações foram captadas pelo auxiliar de Luiz Carlos Winck, Jeferson Ribeiro, que esteve nos dois jogos do Uberlândia contra o Inter de Lages, pela segunda fase. Com base nisso, o Caxias trabalha para esta partida. 

— Precisamos iniciar o jogo atentos e ter uma leitura rápida. Temos uma ideia dos estilo deles dentro e fora de casa. Com o mando, eles saem para o jogo e pressionam a saída de bola adversária. Será uma partida de detalhes. O Caxias viaja mais uma vez bem preparado e espero que possamos manter esse nível de atuação — diz Winck.

Pelo único trabalho realizado em Caxias do Sul, a equipe grená irá cumprir com a estratégia que fez na maioria dos confrontos até aqui. Aguardar os primeiros 45 minutos da partida e em busca de um espaço para tentar fazer o gol. No segundo tempo, já com a leitura feita, a postura poderá mudar.

— Já tenho ideia do que vou querer nesse jogo de ida. Depois vamos preparar o jogo de volta. O importante é começar bem nessa decisão de 180 minutos, precisamos fazer um grande primeiro jogo — complementa o técnico Luiz Carlos Winck.

A intenção da comissão técnica é trazer um bom resultado para a partida do dia 24 de junho, no Estádio Centenário e aí fazer valer o seu mando de campo. Algo que vem dando certo ao longo do torneio nacional.

João Paulo aguarda negociações

O centroavante não fechou com o Santa Cruz-PE por já ter jogado duas competições da CBF – Copa do Brasil no Caxias e Série D no Novo Hamburgo. Assim, espera por outras propostas para a continuidade da temporada. Ele só poderá jogar competições regionais em 2018.

Leia mais
BO registrado por secretária contribui para novo pedido de impeachment contra o prefeito de Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros