Intervalo: O Caxias cumpriu com louvor o seu primeiro objetivo na Série D - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião28/05/2018 | 06h30Atualizada em 28/05/2018 | 06h30

Intervalo: O Caxias cumpriu com louvor o seu primeiro objetivo na Série D

Equipe grená vai encarar o Maringá na próxima etapa da competição

Intervalo: O Caxias cumpriu com louvor o seu primeiro objetivo na Série D Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Outro campeonato
O Caxias cumpriu com louvor o seu primeiro objetivo na Série D. Não tomou conhecimento dos adversário e, de forma invicta, passou na primeira colocação. Para coroar a campanha, fez bonito no jogo 1.000 do Estádio Centenário e bateu o Inter de Lages.

Agora, começa tudo do zero. É outro campeonato. Por mais que o time de Winck chegue com moral após a excelente primeira fase, o mata-mata sempre traz surpresas. Para evitar um novo revés, como aconteceu no ano passado, é preciso ter atenção a todos detalhes. Que venha o Maringá.

Acertos e erros
Julinho Camargo acertou na mão ao escalar o Juventude diante do São Bento. Mesmo que ainda questione a ausência de Queiróz – aliás, é estranho o fato de ele nunca poder atuar os 90 minutos ou iniciar uma partida –, o treinador fez o lógico e a boa atuação nos 45 minutos iniciais mostrou isso.

Só que o mesmo Julinho errou na mão em suas primeiras substituições. Ao colocar Bruninho e Micael, o treinador chamou o São Bento ainda mais para cima. Ficou só Caio Rangel como opção de velocidade na frente. 

Era jogo para três pontos. Era para manter o que tinha dado certo e mexer apenas nos nomes e não na forma de jogar. 

Agora, só resta vencer na sexta-feira para amenizar a pressão.

Champions
A saída de Mohamed Salah, ainda no primeiro tempo, esfriou o ímpeto do Liverpool na final da Liga dos Campeões e também causou apreensão no Egito. O sonho da equipe inglesa ficou pelo caminho, muito também por conta das falhas do goleiro Karius, mas, pelo menos, o craque egípcio deve disputar a Copa do Mundo. 

Lamentável
Glória e Esportivo não confirmaram a vantagem construída nos jogos de ida. Sucumbiram ontem diante de Inter-SM e Pelotas, respectivamente. 

O sonho do acesso ficou para 2019.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros