Contra o Paysandu, Juventude busca sua primeira vitória na Série B no Alfredo Jaconi - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Em casa11/05/2018 | 08h00Atualizada em 11/05/2018 | 08h00

Contra o Paysandu, Juventude busca sua primeira vitória na Série B no Alfredo Jaconi

Desde que chegou técnico Julinho Camargo obteve duas vitórias fora, mas nenhuma diante da torcida

Contra o Paysandu, Juventude busca sua primeira vitória na Série B no Alfredo Jaconi Lucas Amorelli/Agencia RBS
Para Julinho Camargo, período de 10 dias sem jogos foi importante para trabalhar também as jogadas ofensivas Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

Vencer a primeira partida diante do seu torcedor na Série B é a tarefa do Juventude nesta sexta-feira. Com um empate e uma derrota sobre os seus domínios na Série B, o Ju volta a jogar no Alfredo Jaconi  às 19h15min, diante do Paysandu.

Para o técnico Julinho Camargo, um triunfo seria ainda mais especial, uma vez que o treinador ainda não venceu em casa desde que assumiu a equipe, no fim de fevereiro deste ano. Desde então, foram quatro jogos no Jaconi, com duas derrotas e dois empates. O retrospecto, porém, não assusta o comandante, que prefere focar no apoio do torcedor para vencer a segunda partida na competição.

— O passado fica no passado. Tentamos sempre nos apegar em coisas boas. O torcedor cobra pelo momento ruim do clube que vem há algum tempo. A coisa boa é que ganhamos dois jogos fora de casa e tínhamos torcedores presentes. Confio muito na nossa torcida. Que ela cobre, torça, mas que esteja do nosso lado. Deste lado não vai faltar organização, ímpeto, vontade de vencer — argumentou.

Para Julinho Camargo, os 10 dias intensos de treinamentos sem jogos foram ideais para o crescimento da equipe como um todo e, principalmente, "reforçar" o elenco com jogadores como César Martins e Caio Rangel, que devem voltar ao time.

— Alguns tópicos vamos conseguindo estabelecer, principalmente o entendimento da função dentro do campo. Nosso meio de campo está começando a entender o processo do Yuri jogando. Aos poucos estamos ganhando corpo de elenco. Não temos um dois ou três grandes jogadores, que despontem em relação ao grupo, mas o fortalecimento do grupo nos dá tranquilidade para jogadores estrearem porque contexto do trabalho que está entrando. Mas é um caminhar longo. Estamos avançando em algumas etapas — acrescentou.

Contra o Paysandu, terceiro colocado na Série B, o Juventude deve ter Matheus Cavichioli, César Martins, Fred, Rafael Bonfim e Pará; Bertotto e Jair; Guilherme Choco, Fellipe Mateus e Caio Rangel; Yuri Mamute.  

Leia Também:
Novo concurso público de Bento Gonçalves terá cerca de 200 vagas
A menos um mês do prazo previsto para fechar leitos, Hospital Geral de Caxias busca verbas
Em oito anos, Serra concentra 12% de todos os acidentes no trânsito do Estado 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros