Com gol de ex-Boa, Juventude faz 2 a 1 em Varginha (MG), na sua primeira vitória na competição - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série B01/05/2018 | 17h57Atualizada em 01/05/2018 | 18h44

Com gol de ex-Boa, Juventude faz 2 a 1 em Varginha (MG), na sua primeira vitória na competição

Meia Fellipe Mateus, que jogou no time mineiro em 2017, fez o gol do triunfo do Ju

Com gol de ex-Boa, Juventude faz 2 a 1 em Varginha (MG), na sua primeira vitória na competição Federação Mineira de Futebol / Divulgação/Divulgação
Juventude venceu a primeira partida na competição, na cidade mineira de Varginha Foto: Federação Mineira de Futebol / Divulgação / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

E ela finalmente apareceu. Na quarta rodada, o Juventude venceu a primeira partida na Série B. Na tarde desta terça-feira, em Varginha (MG), o alviverde fez 2 a 1 no Boa Esporte, com gols de Rafael Bonfim e de Fellipe Mateus. William Barbio descontou para os donos da casa. 

Só o Boa chutou
Os primeiros cinco minutos foram de tentativas de pressão dos donos da casa. Na principal das chances, no entanto, Daniel Cruz, ex-Caxias, não conseguiu dominar uma bola que recebia livre quase na pequena área.

Com uma formação diferente das habituais, num 3-6-1 que variava para 4-5-1 e até um 4-4-2, sempre com o meio-campo povoado, o Juventude não demorou para começar a sair para o jogo, principalmente pelo lado esquerdo com o lateral Pará, que iniciou a partida quase como um atacante.

Aos 22 minutos, a primeira chance real de gol da partida. E num lance inusitado do Boa. Em cobrança de escanteio da direita, ninguém tocou pelo alto e bola bateu no pé no zagueiro Caíque. O toque virou um arremate que passou muito perto da trave direita da meta defendida por Douglas.

A bola aérea seguia assustando o Ju. Aos 26, cobrança de lateral para a área alviverde. A zaga não afastou e Caíque outra vez apareceu no ataque, mas chutou para fora.

Aos 32, de longe, o volante Machado cobrou falta direto e só não abriu o placar porque o goleiro Douglas fez a defesa, espalmando para escanteio.

O Boa quando chegava levava perigo. Aos 39, William Schuster perdeu um gol quase embaixo das traves. Christiano chutou cruzado e o camisa 7 se jogou de carrinho na segunda trave, mas mandou para fora.

Na sequência, aos 40, Douglas Baggio assustou, em chute de fora da área que desviou em Rafael Bonfim, no último lance ofensivo do primeiro tempo, que terminou sem um único chute em gol do Juventude.

Emoções na segunda etapa

O segundo tempo começou com o Boa criando outra chance. Aos 3 minutos, Christiano mandou de longe e a bola passou rente ao travessão.

Aos 9 minutos, o Juventude passou a ter mais volume ofensivo. O atacante e artilheiro do time, Guilherme Queiróz, entrou no lugar do lateral-direito Guilherme Choco.

A mudança surtiu efeito e o Ju passou a ficar mais tempo com a bola no campo do rival. Aos 13 minutos a primeira chance clara do Juventude. Um erro infantil de saída de bola do Boa. Yuri Mamute roubou do zagueiro e Tony, livre, chutou para fora. 

O Boa acordou aos 24. Cruzamento da direita para Daniel Cruz. O atacante cabeceou forte, mas Rafael Bonfim salvou quase em cima da linha.

Aos 30, o alívio alviverde. Tony bateu falta de longe. O cruzamento foi na medida para Rafael Bonfim que subiu muito alto e, de cabeça, mandou no canto, sem chances para o goleiro Fabrício. 1 a 0 para o Ju.

Não nem tempo de comemorar. Aos 32, chute de fora da área de Christiano. Douglas espalmou e William Barbio, completamente livre quase na área pequena, empatou a partida em 1 a 1.

Ainda havia tempo para emoção. Aos 34, a lei do ex funcionou. Tony lançou na medida para Fellipe Mateus. O meia recebeu na área, dominou e chutou de perna esquerda para fazer o 2 a 1.

Ficha Técnica
Boa Esporte:
Fabrício, Lucas Taylor, Caíque, G. Geladeira e Christiano; Amaral e Machado; William Schuster (Jhon Cley), Bruno Tubarão e Daniel Cruz (William Barbio); Douglas Baggio (Igor Catatau). Técnico: Sidney Moraes.

Juventude: Douglas, Rafael Bonfim, Fred e Neuton; G. Choco (Guilherme Queiróz), Bertotto, Jair, Diones, Tony e Pará (Fellipe Mateus); Yuri Mamute (Bruninho). Técnico: Julinho Camargo.

Gols: William Barbio (B); Rafael Bonfim, Fellipe Mateus (J). Árbitro: Antônio Dib Moraes de Sousa, auxiliado por Rogério de Oliveira Braga e Thyago Costa Leitão (trio piauiense). Cartões Amarelos: Caíque, Igor Catatau (B); Rafael Bonfim, Fred, Choco, Yuri Mamute (J). Local: Estádio do Melão, em Varginha (MG).

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros