César Martins encontra velho rival, agora defendendo o Juventude - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Série B24/05/2018 | 09h26Atualizada em 24/05/2018 | 09h26

César Martins encontra velho rival, agora defendendo o Juventude

Cria de Sorocaba, o zagueiro diz nunca ter perdido para o São Bento

César Martins encontra velho rival, agora defendendo o Juventude Porthus Junior/Agencia RBS
Zagueiro se criou no futebol jogando contra o São Bento Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O Estádio Municipal Walter Ribeiro, em Sorocaba, será um palco especial neste sábado, às 16h30min. Se não para Juventude e São Bento que fazem mais um jogo pela Série B, será para o zagueiro e também lateral-direito César Martins. 

Nascido em Mairinque, Região Metropolitana de Sorocaba, o jogador deu os seus primeiros toques numa bola no maior rival do São Bento, o Atlético –  clube que está a dois anos sem jogar e prevê retorno em 2019, na quarta divisão paulista. Foi no gramado do Walter Ribeiro que César Martins se profissionalizou. Jogou por duas temporadas no clube de formação, antes de sair para a Ponte Preta. Por isso, esse retorno é especial. Ainda mais contra o seu ex-rival:

— É um time muito difícil e que joga num estádio complicado. Atuei muito tempo ali, foi onde começou tudo para mim. Tem um sabor especial e sempre que joguei contra eles, acabei ganhando. Quero manter esse ciclo de vitórias. Isso dependerá de todos os meus companheiros e do treinador para montar o melhor time e, consequentemente sairmos com o resultado positivo.

Esta é a maior necessidade neste momento: uma vitória. Com um ponto de vantagem para o Brasil-Pel, primeiro clube no Z-4, o alviverde precisa dos três pontos. Qualquer outro resultado e uma vitória xavante no sábado, poderá deixar a equipe alviverde na incômoda zona de rebaixamento logo neste início de competição.

— Não é confortável estar nessa posição, mas estamos fazendo boas partidas e a bola não está entrado. Contra o Criciúma não tomamos gols e tivemos boas chances. Espero que nesse confronto sigamos sem tomar  e possamos fazer — opina o defensor.

Com o apoio da família Martins nas arquibancadas do Walter Ribeiro, quem sabe o jogo possa ser especial para César e para o Juventude. Uma vitória poderá significar o fim da má fase na Série B e a manutenção do ciclo vitorioso do zagueiro contra o rival São Bento.

Leia também
Postos de gasolina de Caxias do Sul operam na reserva

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros