Meia Mikael destaca que Caxias não pode estar na Série D e precisa subir neste ano - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Oficializado11/04/2018 | 17h02Atualizada em 11/04/2018 | 17h02

Meia Mikael destaca que Caxias não pode estar na Série D e precisa subir neste ano

Jogador foi apresentado pelo clube grená na tarde desta quarta-feira, no Estádio Centenário

Meia Mikael destaca que Caxias não pode estar na Série D e precisa subir neste ano Cristiano Daros / Pioneiro/Pioneiro
Mikael vestiu pela primeira vez a camisa grená Foto: Cristiano Daros / Pioneiro / Pioneiro

O Caxias apresentou o seu segundo reforço para Série C. O meia Mikael, 25 anos, que disputou o Gauchão pelo São Luiz, de Ijuí. Além de jogar como armador, ele também pode atuar como atacante de lado e, se precisar, faz até uma terceira função.

— Em vários clubes joguei pela beirada, como meia e até como volante. Vim para jogar como meia, sei que o (Diego, meia) Miranda está jogando um bom tempo no Caxias, mas o professor vem me testando pela beirada. Espero poder ajudar, onde for — destacou o jogador.

Ele também conhece muito bem o técnico Luiz Carlos Winck. Jogou com o jogador no Lajeadense em 2014, além de encarar o treinador como adversário em outras tantas oportunidades. Agora, o objetivo é bem claro: juntos, subir para Série C.

— Todo mundo sabe que a situação do Caxias não é essa. Um clube dessa grandeza não pode estar numa Série D, com todo o respeito. Nosso projeto é subir para Série C, isso me foi falado quando o Winck e o pessoal do clube me ligou — afirmou Mikael.

O Caxias deverá confirmar nos próximos dias o atacante Caio Cézar, que estava no Boavista. Jogador de 22 anos disputou o campeonato desta temporada, sendo titular em cinco oportunidades.

Leia mais
Recicladores vão atuar junto à usina de resíduos sólidos de Bento Gonçalves

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros