Juventude estreia com derrota por 2 a 1 para o Figueirense fora de casa - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série B13/04/2018 | 23h24Atualizada em 13/04/2018 | 23h25

Juventude estreia com derrota por 2 a 1 para o Figueirense fora de casa

Alviverde saiu atrás na primeira etapa e descontou com Guilherme Queiróz no segundo tempo

Juventude estreia com derrota por 2 a 1 para o Figueirense fora de casa Arthur Dallegrave/Juventude,divulgação
Foto: Arthur Dallegrave / Juventude,divulgação
Pioneiro
Pioneiro

A sexta-feira 13 não foi assustadora para o Juventude. Mas foi de derrota na estreia da Série B. Sem grandes construções ofensivas no primeiro tempo, o alviverde viu o Figueirense ser cirúrgico nas oportunidades que teve e fazer 2 a 0 na primeira etapa. O Ju pressionou e ainda descontou para 2 a 1 no segundo tempo, mas acabou sendo derrotado na noite desta sexta-feira no Orlando Scarpelli, em Florianópolis-SC.

A primeira troca de passes ofensivos do Juventude veio somente aos 10 minutos. Em combinação pelo lado esquerdo de Felipe Lima e Ricardo Jesus, Pará cruzou para a área, Fellipe Mateus chutou em cima da marcação e, no rebote, Jair chutou torto pela linha de fundo, sem sustos contra o gol de Dênis.

O primeiro chute em direção ao gol, porém, foi do Figueirense. E com gol. Em cobrança de escanteio de Diego Renan, a defesa do Ju se atrapalhou e Zé Antônio, livre na pequena área abriu o placar, aos 17 minutos de partida.

A resposta do Ju foi imediata, mas o chute de fora da área de Leandro Lima, aos 18, parou na defesa de Dênis.

Aos 23, Leandro Lima acionou César Martins. O zagueiro apareceu como atacante, pela direita, e rolou para o meio. Ricardo Jesus se jogou na bola, mas chegou atrasado.

O Juventude estava melhor no jogo. No entanto, foi o Figueirense quem voltou a marcar. Aos 34 minutos, Renan Mota lançou para a área e, Gustavo Ferrareis apareceu nas costas de Felipe Mattioni e, de cabeça, fez 2 a 0 para o time da casa.

Satisfeito com o resultado, o Figueirense parece ter tirado o pé no segundo tempo. O Ju seguiu com mais posse de bola, mas sem conseguir infiltrar na área rival.

Aos 24 minutos, outra estreia no Ju. Caio Rangel foi a campo no lugar de Felipe Lima. Em seu primeiro lance, aos 27, o atacante fez boa jogada pela esquerda e rolou para Fellipe Mateus. O camisa 10 chutou forte, mas Dênis evitou o gol alviverde.

A insistência do Juventude deu certo. Em jogada trabalhada pela direita, Felipe Mattioni invadiu a área e rolou para trás. Guilherme Queiróz, no seu primeiro toque na bola, fez o primeiro gol do Ju na Série B, exatamente contra seu ex-time.

Figueirense:
Dênis, Diego Renan, Nogueira, Eduardo e Lazaroni; Zé Antônio e Betinho; Renan Mota (Cedrón), Gustavo Ferrareis (João Paulo) e Jorge Henrique; André Luis (Henan). Técnico: Milton Cruz.

Juventude:
Matheus, Felipe Mattioni, César Martins, Fred e Pará; Bertotto e Jair; Leandro Lima, Fellipe Mateus (Choco) e Felipe Lima (Caio Rangel); Ricardo Jesus (Guilherme Queiróz). Técnico: Julinho Camargo.

Gols: Zé Antônio (F), Gustavo Ferrareis (F), Nogueira (F), Betinho (F); Guilherme Queiróz (J). Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior, auxiliado por Luiz H Souza Santos Renesto e Daniel Cotrim de Carvalho. Cartões Amarelos: Jorge Henrique (F); Bertotto, Pará (J). Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis-SC.

Leia também:
Buscas pelos desaparecidos em Vacaria seguem no final de semana
Cães, fuzis e armadilhas no cerco ao javali
Definido esquema de segurança para votação do impeachment do prefeito de Caxias do Sul  

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros