Intervalo: a ótima estreia do Caxias na Série D e mais uma noite de decisão para o basquete - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião23/04/2018 | 09h45Atualizada em 23/04/2018 | 09h45

Intervalo: a ótima estreia do Caxias na Série D e mais uma noite de decisão para o basquete

Time grená ganha moral após aplicar 3 a 0 no Inter de Lages

Intervalo: a ótima estreia do Caxias na Série D e mais uma noite de decisão para o basquete Nilton Wolff/O Goleador
Foto: Nilton Wolff / O Goleador

Com o pé direito
Prevaleceu a maior qualidade do Caxias. Mesmo atuando fora de casa e com aquele nervosismo natural de uma estreia, o time grená soube se impor e bateu o Inter de Lages, ontem à tarde. O resultado é muito importante para dar confiança ao grupo, além de, logo de cara, mostrar que a equipe desponta como favorita da chave.

Leia Mais
Técnico Luiz Carlos Winck elogia tarde dos estreantes no Caxias, na Série D
Grupo do Caxias Basquete mostra otimismo após vitória e Mogi mantém preocupação com Shamell

Sem fazer maiores avaliações, até por não acompanhar a partida in loco, resta valorizar o resultado conquistado e comemorar a boa estreia de jogadores como Thiago Sales, Eder e Wesley. Não acredito que o Caxias encontre dificuldades para se classificar, mas é sempre bom largar com o pé direito e espantar qualquer surpresa.

Rumo ao jogo 5

Um clima muito favorável, de descontração e otimismo, marcou o treinamento no final da tarde de domingo, no Ginásio do Vascão. Após a grande – e para muitos inesperada – vitória do Caxias Basquete sobre o Mogi, na sexta-feira, tudo se desenha para outro grande duelo hoje à noite.

A torcida fez sua parte e esgotou rapidamente os ingressos. O time de Rodrigo Barbosa ganhou moral após a grande atuação no jogo 3. Motivos não faltam para acreditar que, mesmo em duelo mais apertado, seja possível o Caxias vencer outra vez e levar a decisão da vaga para o jogo 5.

Cirurgia
O meia Felipe Lima será submetido a cirurgia no tornozelo esquerdo nesta segunda-feira pela manhã. Em uma avaliação inicial, ele deve ficar de fora dos treinamentos por, pelo menos, 90 dias. Sem contar com mais essa alternativa, o Juventude procura novas opções para o ataque. 

Por mais que o mercado seja complicado e o clube esteja aguardando a liberação de algum atleta da Série A, é preciso agir rápido para não ficar muito para trás na tabela. 

Leia Também
Em duas horas, torcida do Caxias Basquete esgota ingressos para quarto duelo contra o Mogi

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros