Com força de Cafferata, Caxias Basquete pega Botafogo no segundo jogo dos playoffs - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

NBB  1003/04/2018 | 08h00Atualizada em 03/04/2018 | 08h00

Com força de Cafferata, Caxias Basquete pega Botafogo no segundo jogo dos playoffs

Equipes se enfrentam nesta terça-feira, às 21h, no Ginásio do Vascão

Com força de Cafferata, Caxias Basquete pega Botafogo no segundo jogo dos playoffs Felipe Nyland / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Felipe Nyland / Agência RBS / Agência RBS

É hora de embalar nos playoffs. Depois de vencer o primeiro jogo contra o Botafogo pelas oitavas de final, no sábado, fora de casa, o Caxias do Sul Basquete/Banrisul recebe os cariocas para dois jogos na sequência, onde poderá definir sua passagem para as quartas de final da competição. 

Nesta terça-feira, às 21h, diante de um Ginásio Vasco da Gama que estará certamente lotado mais uma vez, a equipe caxiense quer confirmar a boa fase e abrir duas vitórias de vantagem no confronto.

Para esse jogo, uma das armas de Rodrigo Barbosa não é parte dos cinco que iniciam a partida. O armador argentino Enzo Cafferata vem sendo decisivo em vários momentos. A partida no Ginásio Oscar Zelaya, no Rio, foi mais uma prova disso. Dos quase 27 minutos em que o camisa 42 esteve em quadra, boa parte foi marcando o norte-americano Jamaal, principal jogador botafoguense. 

A vitória caxiense veio, Cafferata ajudou a pendurar o atleta adversário no número de faltas, e o Caxias saiu com a vitória. Porém, o argentino sabe que agora será uma nova história nessa disputa:

– Ele (Jamaal) é um jogador de muita qualidade, tem que estar pronto e muito atento para defender. Mas não é um jogo meu contra ele. É Caxias contra Botafogo. E isso que importa.

NBB10

Entre uma partida e outra, apenas três dias de diferença. A proximidade entre os confrontos faz com que os duelos fiquem mais difíceis e que as equipes se conheçam mais.

– Tentamos corrigir o que não fizemos bem no último jogo e dar maior foco nas coisas que acertamos – diz Cafferata, quinto cestinha do time no NBB, com média de 9,8 pontos por jogo.

Peça importante

Apesar de vir do banco, o argentino é peça fundamental no sistema de jogo do técnico Rodrigo Barbosa. Com ele em quadra, é possível dar mais liberdade para Cauê Verzola e Cauê Borges. Além disso, o alto aproveitamento de arremessos de Cafferata é sempre importante para o time. No Rio, foram 70% das tentativas certas, somando 16 pontos.

– Durante toda a temporada estou terminando os jogos em quadra. Tento estar o mais pronto possível para buscar pontuar o máximo, com personalidade e inteligência para ajudar o time a conseguir a vitória – destaca o camisa 42.

Com o Caxias, Cafferata tem média de quase 23 minutos em quadra por partida, pouco mais de dois quartos do jogo. Ou seja, mesmo sendo reserva, tem números próximos dos considerados titulares. Além de estar no top 5 entre os pontuadores, Enzo, como é chamado pelos companheiros, está em quarto nas assistências e na eficiência.

Na noite desta terça-feira, seja em quadra ou entre os suplentes, o armador sabe que terá o apoio da arquibancada:

– Sabemos que em casa estamos indo bem. Contamos com nossa grande torcida. Ela será muito importante para nos levar até a vitória.

Leia também:

 Caxias estreia na Série D no dia 22 de abril

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros