Caxias não quebra série de empates em casa e fica no 0 a 0 contra o Mirassol - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série D29/04/2018 | 17h51Atualizada em 29/04/2018 | 19h46

Caxias não quebra série de empates em casa e fica no 0 a 0 contra o Mirassol

Equipe grená chega ao sétimo jogo seguido sem vencer no Centenário na temporada

Caxias não quebra série de empates em casa e fica no 0 a 0 contra o Mirassol Porthus Junior / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Porthus Junior / Agência RBS / Agência RBS

A estreia do Caxias em casa na Série D do Campeonato Brasileiro não quebrou uma sequência que incomoda no Centenário. Enfrentando o Mirassol, pela segunda rodada da competição, o Caxias ficou no 0 x 0, na tarde deste domingo. Com o resultado, as duas equipes vão para quatro pontos na chave A15. O grená segue na liderança por conta do saldo de gols. O próximo adversário do Caxias será o Nova Iguaçu, lanterna do grupo.

O primeiro tempo foi de muita movimentação, mas pouca efetividade por parte das duas equipes. O cenário pareceu que seria diferente quando o Mirassol tentou logo cedo. Aos quatro minutos, Gledson saiu errado e a bola sobrou para o time paulista. Guilherme Castilho recebeu à esquerda de ataque, arriscou em chute cruzado, mas o goleiro grená fez a defesa.

A resposta do Caxias não demorou muito. Aos oito, Rafael Gava cobrou falta com muita categoria. O goleiro Ygor se jogou e espalmou a bola para a linha de fundo.

A partir daí, o confronto passou a ser basicamente de toques de bola e tentativas frustradas de ambas equipes em chegar ao gol adversário. Os ânimos esquentaram após disputa de bola entre Wesley e Léo Baiano. O atacante grená deixou o braço no rosto do volante do Mirassol e foi advertido com o cartão amarelo – assim como o zagueiro Ricciele, do time paulista.

A rede chegou a balançar aos 36. Cruzamento para a área grená e Wellington Silva desviou para o gol. Porém, para sorte do Caxias, a arbitragem marcou falta do zagueiro do Mirassol e invalidou o lance.

A última chance clara do primeiro tempo veio aos 40. Chegada do Caxias pela direita, com troca de passes de Nathan para Wesley. O camisa 9 driblou o marcador e cruzou. Diego Miranda tentou mas não alcançou a bola.

O segundo tempo começou melhor para o Caxias, que aos oito minutos perdeu grande chance de contra-ataque. Jogada rápida em velocidade de Nathan Cachorrão. O atacante arrancou do campo de defesa, cruzou para Eder, que arrematou por cima, quando havia tempo de fazer o domínio.

O Mirassol chegou no minuto seguinte. Luís Oyama recebeu passe em profundidade, ficou cara a cara com Gledson. Antes de conseguir chutar para o gol, o camisa 1 grená saiu para o abafa.

Aos 10, Julinho salvou o Caxias. Danilo Bosa cruzou da direita e, de frente para a meta grená e sem goleiro, Lucas Rodrigues chutou. O lateral-esquerdo do time da casa tirou a bola quase de cima da linha do gol. O jogo ganhou em emoção e o time de Winck chegou aos 13, com Gava, chutando à direita de Ygor Vinhas.

A melhor chance grená veio aos 26. Novamente Nathan Cachorrão - melhor jogador do sistema ofensivo do Caxias - chegou forte pela direita e cruzou. Wesley fez o desvio, buscando o canto direito de Ygor que fez a defesa com pé.

O grená ainda tentou alguns ataques, mas sem efetividade. Ficou mesmo no 0 a 0 e o torcedor do Caxias saiu mais uma vez do Centenário sem comemorar a vitória do time.

Ficha técnica:

Caxias 0 x 0 Mirassol

Caxias: Gledson, Igor Bosel, Júnior Alves, Thiago Sales e Julinho(A); Marabá, Rafael Gava (Alex William, 33/2º), Eder (Caio Cezar,19/2º), Diego Miranda (Gilson (A),13/2º) e Nathan Cachorrão; Wesley (A). Técnico: Luiz Carlos Winck

Mirassol: Ygor Vinhas, Danilo Boza, Wellington Silva, Ricciele (A) e Samuel Balbino (A); Léo Baiano, Lucas Rodrigues (Ruster,28/2º), Guilherme Castilho e Luis Oyama (Mateus Felipe,45/2º); Alison e Matheus Gabriel (A) (Leandro,38/2º). Técnico Moisés Egert

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros