Caxias Basquete perde para o Mogi e é eliminado nas quartas de final do NBB 10 - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Campanha histórica23/04/2018 | 22h13Atualizada em 23/04/2018 | 23h38

Caxias Basquete perde para o Mogi e é eliminado nas quartas de final do NBB 10

Equipe caxiense é derrotada por 80 a 70 e paulistas avançam para semifinais após o 3 a 1 na série

Caxias Basquete perde para o Mogi e é eliminado nas quartas de final do NBB 10 Felipe Nyland / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Felipe Nyland / Agência RBS / Agência RBS

O Caxias do Sul Basquete/Banrisul deixou de ser só um orgulho para quem gosta do esporte na cidade. O time, que foi abraçado pelo torcedor no NBB 10, deu adeus à competição na noite desta segunda-feira, na fase de quartas de final, com a certeza de que representou todo o Rio Grande do Sul. 

NBB10

Enfrentando o tradicional Mogi, a equipe caxiense parou na série de playoffs após perder por 80 a 70, e tendo a vitória no confronto por 3 a 1 para os paulistas. Caxias foi gigante no campeonato e quebrou recorde atrás de recorde. E que venha o NBB 11 para o time tanto emocionou quem é apaixonado por esporte.

O começo de jogo do Caxias Basquete foi em um ritmo alucinante. Rapidamente, a equipe de Rodrigo Barbosa abriu 7 a 0 sobre o time mogiano. Com movimentação intensa de todos os jogadores, e novamente Alex importante na marcação, os donos da casa conseguiram ficar a frente durante os dez primeiros minutos.

Contudo, com o equilíbrio que marca a temporada Caxias x Mogi, a equipe de Guerrinha jamais deixou os donos da casa se distanciar além dos nove pontos. Comandados por Cauê Borges e Paranhos na pontuação – os dois fizeram 10 pontos nos dois primeiros quartos –, o time caxiense fez o melhor desempenho em um período na série, vencendo por 23 a 16.

O segundo período teve os visitantes com uma atitude diferente, tentando diminuir a distância no marcador. Porém, Warren apareceu na marcação e deu dois tocos sensacionais, parando o ataque adversário. Ainda assim, quando faltavam quatro minutos para o intervalo, Mogi conseguiu encostar no marcador.

Na sintonia com a torcida – 1069 presentes no novo recorde do Vascão –, o Caxias seguiu à frente no marcador e foi para os vestiários com três pontos de vantagem: 39  a 36.

A volta do intervalo foi de um Caxias irreconhecível na marcação. Com cerca de dois minutos e meio de jogo, Mogi marcou 8 a 0, e passou a liderar o placar, obrigando Rodrigo Barbosa a pedir um tempo logo no início do terceiro período.

Mesmo assim, os visitantes seguiram dominantes. A equipe de Rodrigo Barbosa só conseguiu fazer uma cesta de quadra – aquelas que não incluem os lances livres – faltando menos de três minutos para o termino do quarto. Confiantes, Shamell e Tyrone levaram os paulistas para uma vantagem de sete pontos ao final do período: 56  a 49.

O último quarto resumiu o que foi a série. Confiantes, o trio de norte-americanos do Mogi são praticamente imparáveis. Larry Taylor, Tyrone e Shamell combinaram para 50 pontos. O Caxias não tinha precisão nos arremessos, e fez menos de 33% dos pontos tentados no quarto decisivo.

Enquanto isso, o time adversário apenas administrava a vantagem, e ainda assim conseguiu tomar a frente no período. Ao final do quarto, com os gritos de todo o ginásio apoiando o time do Caxias do Sul Basquete, que fez uma linda campanha no NBB 10, o Mogi comemorou a classificação e a vitória no jogo por 80 a 70 – e 3 a 1 na série.

Leia também:
Cerca de um terço dos contribuintes da Serra deixa imposto de renda para a última semana
Câmara de Caxias do Sul abre concurso público
Primeiro leilão da massa falida da empresa Guerra de Caxias do Sul está avaliado em R$ 5 milhões 


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros