Cauê Borges lamenta falta de efetividade do  Caxias Basquete para furar defesa adversária - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

NBB 1018/04/2018 | 22h24Atualizada em 18/04/2018 | 22h24

Cauê Borges lamenta falta de efetividade do  Caxias Basquete para furar defesa adversária

Ala foi o cestinha do time com 17 pontos, na vitória do Mogi no jogo 2 pelas quartas de final 

Cauê Borges lamenta falta de efetividade do  Caxias Basquete para furar defesa adversária Felipe Nyland/Agencia RBS
Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Depois de ter feito as duas piores pontuações da temporada contra o Mogi, na derrota por 69 a 57, na segunda partida das quartas de final do NBB, o Caxias Basquete terá pouco tempo até o jogo 3 para encontrar soluções ofensivas para furar a defesa do time paulista. Cauê Borges lamentou os problemas do ataque caxiense.

— Eles vieram com uma defesa forte e não encontramos uma forma de atacar. Estamos meio perdidos no ataque. Vamos assistir ao vídeo amanhã (hoje) e avaliar como podemos melhorar. Eles estão trocando quando tentamos pegar o bloqueio. Temos que tentar outra maneira.

Na mesma linha de Borges, o técnico Rodrigo Barbosa busca encontrar a forma como o time jogou durante o restante da temporada:

NBB10

— Emocionalmente está pesando. Não estamos jogando com a mesma naturalidade que fizemos durante o restante do campeonato. Talvez a pressão de estar em uma fase de quartas de final esteja atrapalhando. A diferença no placar não tem sido grande, mas a forma como estamos jogando não é aquela.

Cestinha da partida, o ala do Mogi Shamell comemorou a vitória, mas alertou para o terceiro confronto:

— Foi um bom jogo, mas ainda não acabou. Falta uma vitória para fechar.


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros