Um novo campeonato começa para o Caxias Basquete - Esportes - Pioneiro
 

NBB 1029/03/2018 | 08h47Atualizada em 29/03/2018 | 08h47

Um novo campeonato começa para o Caxias Basquete

Equipe caxiense encara o Botafogo neste sábado e abre a série

Um novo campeonato começa para o Caxias Basquete Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Equipe do armador Cafferata (ao fundo) tenta fazer história e chegar às quartas de final Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Uma daquelas voltas por cima dignas de roteiros de filmes norte-americanos. O giro de 360º do Caxias do Sul Basquete/Banrisul poderia ser retratado assim. Do choro do dia 24 de março de 2017, quando o time perdia em casa para a Liga Sorocabana e amargava a última colocação do NBB 9, até a vibração em 27 de março deste ano, data em que o time caxiense derrubava o líder Paulistano e garantia a quinta colocação, muita coisa mudou. 

Para alcançar sua melhor classificação em três temporadas na elite, mudanças de estrutura, investimento e a contratação de um novo perfil de jogadores. A receita deu certo, a torcida voltou a lotar o Ginásio do Vascão, a equipe fez um campeonato sem ressalvas e com inúmeros destaques. Com tudo isso a seu favor, o Caxias Basquete inicia diante do Botafogo, sábado, às 14h, a busca por uma vaga nas quartas de final. Seria mais um feito inédito. 

NBB10

– Estamos dando um passo gigante. Primeiro pela classificação do ano passado e por este ano chegar em quinto, perto de jogar uma Sul-Americana no ano que vem. Isso faz com que o projeto faça mais sentido. Óbvio que temos muitas dificuldades financeiras para montar a equipe e teremos que correr atrás para uma nova temporada. Mas isso mostra que estamos trabalhando para proporcionar ao público grandes jogos e, quem sabe, ir mais longe – afirma Rodrigo Barbosa.

Diferentemente da temporada 2015/2016, quando o clube caxiense classificou em 11º e pegou um Brasília favoritíssimo, com seu time recheado de estrelas como Fúlvio e Giovannoni, neste ano é o Caxias Basquete quem chega melhor aos playoffs. 

O time desbancou o Paulistano, que estava há 22 partidas sem perder até a última terça, derrotou duas vezes o atual campeão Bauru, com direito a vitória emocionante no último segundo na estreia, e o fortíssimo Mogi, em duelo também decidido no último segundo. São as cartas de apresentação da equipe caxiense.

Do outro lado, está o Botafogo, equipe de menor investimento entre os clubes cariocas e que subiu ao NBB na última temporada. O time de General Severiano conviveu com a parte de baixo da tabela durante boa parte da competição. Fez da partida contra o Caxias, no returno, uma final para conseguir se livrar do rebaixamento e ter a garantia que estaria nos playoffs. Conseguiu. E justamente neste encontro mostrou que a vida não será fácil neste novo campeonato.

– É um time muito aguerrido dentro de casa, mas foi um jogo atípico. Eles começaram muito fortes e com clima de playoff, logo no segundo turno. Mas vamos com tudo, muito confiantes com essa vitória diante do Paulistano, com os pés no chão e sabendo que teremos que fazer tudo certo. Agora é concentração e ir para cima, aproveitar a vibe boa e passar para o próximo playoff – acredita o ala/pivô Nandão.

Com seis vitórias nos últimos sete jogos, o time caxiense faz questão de manter os pés no chão. O motivo é simples: a lembrança do sofrimento e da mudança de um ano para outro. 

Leia mais
Randon volta ao Sudeste de olho na melhora da produtividade em Caxias do Sul
Prefeitura de Caxias divulga datas da prova para cargo de professor


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros