Técnico Luiz Carlos Winck decide não falar e direção do Caxias critica a arbitragem - Esportes - Pioneiro
 

Gauchão21/03/2018 | 00h42Atualizada em 21/03/2018 | 08h32

Técnico Luiz Carlos Winck decide não falar e direção do Caxias critica a arbitragem

Treinador grená só deve se pronunciar na quarta-feira o grupo se reapresenta

Técnico Luiz Carlos Winck decide não falar e direção do Caxias critica a arbitragem Porthus Junior/Agencia RBS
Winck não falou após a eliminação grená do Gauchão Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

A eliminação do Caxias do Gauchão, após o empate em 2 a 2 com o Avenida, foi lamentada por quem deu entrevista depois do jogo. Tanto o zagueiro Jean, como o vice de futebol José Caetano Setti foram na linha da fatalidade. 

— Hoje foi uma fatalidade, Todos viram que o Caxias foi melhor nos 180 minutos — disse o dirigente.

O único que não se pronunciou foi o técnico Luiz Carlos Winck. A explicação da assessoria do clube é que era uma opção do treinador. Setti, quando questionado se o comandante fica para a Série D, destaca que ele está no planejamento para sequência do ano.

— Winck é o nosso técnico para Série D, mas se aparecer alguma proposta maior ele pode sair como qualquer treinador faria — destacou.

Leia mais
Caxias permite empate do Avenida e é eliminado do Campeonato Gaúcho

Se o resultado foi lastimado, não faltaram críticas para arbitragem. Principalmente de Anderson Farias, que conduziu a partida no Estádio dos Eucaliptos.

— Lá houve toda aquela confusão, num pênalti que não existiu. No do Diego Miranda, não foi falado nada. Um jogo tumultuado, com nossos dirigentes hostilizados descendo para o vestiário. Aqui não podemos ir para esse patamar. Contra o São Luiz, de Ijuí, foi um absurdo. Hoje, ele (Douglas Silva) foi frouxo. Ele foi levando com insegurança. Acho que a Federação Gaúcha bota todos esses caras em jogos do Caxias. Por que não botam um juiz firme? Não que hoje tenha sido prejudicado, mas lá foi — declarou Setti.

O técnico Winck deve falar na quarta-feira, quando o grupo se reapresentar. Cotado para treinar clubes de Série B e Série A, é difícil a permanência do treinador no Estádio Centenário.

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros