Seleção feminina treina em Carlos Barbosa e fará amistoso domingo contra o Paraguai - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Na Capital Nacional do Futsal08/03/2018 | 06h45Atualizada em 08/03/2018 | 06h45

Seleção feminina treina em Carlos Barbosa e fará amistoso domingo contra o Paraguai

Sem visibilidade, a equipe multicampeã disputa o primeiro teste de 2018

Seleção feminina treina em Carlos Barbosa e fará amistoso domingo contra o Paraguai Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Nas cinco vezes em que disputou o Sul-Americano, cinco títulos. Nas seis participações no Mundial, seis conquistas. O retrospecto recente demonstra o poderio da seleção brasileira feminina de futsal. Porém, todos esses números ainda não trazem o reconhecimento devido.

Leia Mais
Caxias pressiona até o fim e consegue empate em 1 a 1 nos acréscimos com o São Luiz
Cauê Borges é o primeiro representante do Caxias Basquete no Jogo das Estrelas

Desde segunda-feira, o grupo comandado pelo técnico Wilson Saboia, treina em Carlos Barbosa, onde disputa um amistoso com a seleção paraguaia, domingo, às 11h. No dia seguinte, o teste se repete na cidade de Lages, no interior de Santa Catarina. 

Na primeira oportunidade de reunir as atletas em 2018, observações e algumas ausências, especialmente de jogadoras que atuam no Exterior. Mesmo assim, o período de atividades na Capital Nacional do Futsal é uma demonstração de fortalecimento do trabalho e planejamento da seleção.

– A seleção é o auge para qualquer atleta. É clichê, mas é o nosso sonho sendo realizado. Jogar aqui e aproveitar essa estrutura de Carlos Barbosa é um prazer e precisamos valorizar a oportunidade – avalia a pivô Emilly, 21 anos, que ainda lamenta a falta de apoio para as mulheres. – É sempre lamentável falar disso. Chegamos nos campeonatos mundiais com títulos, se escreve a história, mas não existe a valorização. Está muito longe do futsal masculino. Acredito que daqui a alguns anos possa ser melhor – resigna-se a jogadora. 

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 07/03/2018. Seleção brasileira de futsal feminino treina nesta semana em Carlos Barbosa, onde disputará amistoso contra o Paraguai, no domingo.O jogo e as atividades são no Centro de Eventos Sérgio Luiz Guerra, casa da ACBF. (Diogo Sallaberry/Agência RBS)
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Além dos títulos coletivos, a seleção feminina conta com vários destaques individuais. A ala Amandinha, que desembarcou ontem à noite na Serra Gaúcha, foi eleita a melhor do mundo nas últimas quatro temporadas. Em 2017, na eleição do site Futsal Planet, outras três brasileiras estiveram no top 5. Vanessa ficou com a terceira posição, logo à frente das caxienses Renatinha Adamatti, que atua na Itália, e Diana Santos, outra que estará em quadra em Carlos Barbosa. 

– Na verdade, ainda não temos muita dimensão sobre o que significa isso. Eu mesmo não consigo dimensionar o que representa estar na lista das melhores do mundo. O que podemos fazer é aproveitar cada minuto na seleção, a experiência da comissão técnica e poder aproveitar da melhor maneira possível no clube e na sequência da carreira – avalia Diana, sobre o futuro. 

Ainda sem um calendário definido para 2018, a seleção vive a expectativa da confirmação do primeiro Grand Prix de futsal feminino. Outra possibilidade, essa para 2019, é a realização do inédito mundial com chancela da Fifa.

Perto de casa

A caxiense Diana Santos vivenciará uma experiência única neste domingo. A distância de pouco menos de 50km de Caxias do Sul até Carlos Barbosa oportunizará à família da atleta, que atua no Leoas da Serra-SC, vê-la em ação com a camisa da seleção brasileira.   

– Minha família vai estar aí torcendo, não só especialmente para mim, mas para toda a seleção. É uma oportunidade ímpar para toda a região. A seleção é o top da nossa carreira e estou muito feliz por ser convocada e jogar tão perto de casa – comemora Diana.

A atleta de 25 anos, uma das referências da modalidade no país, lamenta apenas que mais pessoas não possam acompanhar o trabalho delas. 

– Tenho essa experiência também no meu clube. O que a gente pode fazer é divulgação nas redes sociais próprias. Trabalhamos muito nesse sentido. E sempre procuramos ajudar e atender ao pessoal de TV, de rádios e jornais que nos apoiam, para estarmos sempre juntos. É o mínimo que temos, quem nos mostra para o mundo. Com certeza, ficamos tristes por não ver um Sportv, por exemplo, transmitindo jogos da seleção – destaca a caxiense.

O amistoso será transmitido pelo Facebook da Confederação Brasileira de Futsal (CBFS), por meio da TV Panorama, do Rio.

Leia Também
Secretária da Saúde nega suposta irregularidade apontada em denúncia de processo de impeachment de Daniel Guerra
Júri condena homem que assaltou mercado e atirou contra PM em Caxias do Sul
Dona Nilva e filhos divulgam carta de agradecimento "aos amigos da família Randon" 


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros