Juventude enfrenta Veranópolis em busca da classificação às quartas de final do Estadual - Esportes - Pioneiro
 

Gauchão 201810/03/2018 | 15h00Atualizada em 10/03/2018 | 15h00

Juventude enfrenta Veranópolis em busca da classificação às quartas de final do Estadual

Equipe alviverde recebe o VEC para tentar chegar a fase de mata-mata do campeonato

Juventude enfrenta Veranópolis em busca da classificação às quartas de final do Estadual Marcelo Casagrande / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agência RBS / Agência RBS

O jogo para minimizar tudo de errado que aconteceu no começo de ano alviverde. Quando entrar em campo contra o Veranópolis, no domingo, às 17h, o Juventude praticamente só estará preocupado em buscar a classificação para a próxima fase do Gauchão. 

Apesar de matematicamente existir o risco de rebaixamento, o time de Julinho Camargo só depende de si para estar nas quartas de final do campeonato. E, para isso acontecer, é preciso vencer a segunda partida consecutiva na competição, pela primeira vez em 2018.

Da importante vitória da quinta-feira, contra o São José-PoA, no Passo D’Areia, ficou o clima de alegria por ter se distanciado do Z-2. Ao mesmo tempo, existe a certeza de que agora é o momento do time mostrar que merece brigar por objetivos maiores no Estadual.

— Conversamos antes do jogo que era importante chegar na última rodada brigando para classificar, e não pelo descenso. A meta foi cumprida, agora é se preparar e concentrar para enfrentar o Veranópolis. Sempre tivemos por objetivo classificar, mas ficou para o último jogo. Temos que ter paciência e sabedoria para colocar toda essa vontade dentro de campo e sair com a vitória — disse o centroavante Ricardo Jesus, que foi titular na quinta-feira.

Entre as armas alviverdes diante do VEC está o fato de Julinho Camargo ter comandado a equipe pentacolor até menos de duas semanas atrás. Apesar disso, os atletas alviverdes respeitam o time que sempre esteve dentro da zona de classificação.

— O Veranópolis é um time muito forte, que se defende muito bem. O Julinho, por ter trabalhado lá até esses dias, conhece muito bem a equipe como um todo e os jogadores individualmente, as características de cada um. É um fator positivo que vai nos ajudar no domingo — comentou o volante Mateus Santana, que ano passado esteve no VEC e sabe da importância também para o adversário da partida do domingo:

— Tenho um carinho muito grande pelo clube, foram eles que me abriram as portas para estar aqui hoje. Tenho certeza que os jogadores lá vão dar o seu melhor buscando um algo a mais. Eles têm uma equipe muito competitiva. Com certeza será um jogo muito difícil no domingo.

Classificar vale muito para o Juventude. Em dinheiro, por exemplo, são R$ 100 mil. Moralmente, é a oportunidade de mostrar que nem tudo foi errado, e que o time pode começar um novo campeonato a partir dos mata-matas.

Leia também
Aos 87 anos, morre Vitor Berticelli da Silva, ex-dirigente da dupla Ca-Ju

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros