Com portões fechados, Julinho Camargo comanda primeiro treino no Juventude - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Gauchão 201801/03/2018 | 08h00Atualizada em 01/03/2018 | 08h00

Com portões fechados, Julinho Camargo comanda primeiro treino no Juventude

Novo treinador deve "começar" trabalho ajustando a defesa alviverde

Com portões fechados, Julinho Camargo comanda primeiro treino no Juventude Arthur Dallegrave/Juventude,Divulgação
Técnico teve primeiro contato com os jogadores nesta quarta-feira, no Alfredo Jaconi Foto: Arthur Dallegrave / Juventude,Divulgação

Uma expectativa quase que frustrada. Sem torcida e sem imprensa foi o primeiro treino comandado por Julinho Camargo como técnico do Juventude. Na tarde de quarta-feira, um vídeo com lances do Grêmio, próximo adversário, muita conversa e indicativo de time. Mas com exceção do aquecimento, tudo com portões fechados.

Sem o lateral-esquerdo Pará, suspenso, e Felipe Lima, machucado, o time deve ter novidades no domingo. Para o zagueiro Fred, é da defesa para o ataque que o treinador deve iniciar seus trabalhos.

- Não que ele (Julinho Camargo) seja defensivo, mas sempre fez times organizados e competitivos. Ele é muito inteligente e que estuda bastante os adversários. Tem uma maneira de jogar que todos sabemos. Isso é bom porque dá uma cara para a equipe - avalia.

Fred, único da defesa do Ju a marcar gols no ano, atuou com Julinho Camargo na Série A do Campeonato Brasileiro de 2015. O zagueiro aposta em sequência de time como prioridade no trabalho do novo treinador:

- No futebol europeu, muito se escala a equipe conforme o adversário. No Brasil, é diferente. Quanto mais você dá sequência para uma equipe, mas se cria corpo. Acho que o professor Julinho vai priorizar isso para minimizar os gols sofridos.

Além de Felipe Lima e Pará, os lesionados César Martins e Leandro Lima seguem sem treinar com o grupo. O lateral-direito Vidal treinou em separado na tarde de quarta-feira no Jaconi.

Leia também:
Prefeitura de Caxias espera iniciar construção de rotatória no Santa Fé nos próximos 50 dias
Caxias tem 29 famílias atendidas na FAS após perdas em incêndios em seis meses  



 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros