Celebração, saudade e gols marcam evento da Capital Nacional do Futsal, casa da ACBF - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Futsal03/03/2018 | 12h34Atualizada em 03/03/2018 | 12h34

Celebração, saudade e gols marcam evento da Capital Nacional do Futsal, casa da ACBF

Time de máster da ACBF e seleção brasileira se enfrentaram neste sábado, em Carlos Barbosa

Celebração, saudade e gols marcam evento da Capital Nacional do Futsal, casa da ACBF Ulisses Castro / ACBF, Divulgação/ACBF, Divulgação
Paulinho Japonês (D) marcou um dos gols da vitória dos másters do Brasil sobre os da ACBF Foto: Ulisses Castro / ACBF, Divulgação / ACBF, Divulgação

Batizada oficialmente como a Capital Nacional do Futsal, a cidade de Carlos Barbosa reviveu grandes momentos neste sábado. No ginásio do Centro de Eventos grandes craques do passado da ACBF e da seleção brasileira se reencontraram para celebrar o título do município e comemorar os 42 anos da equipe laranja.

Leia Mais:
Duelo entre másters da ACBF e seleção brasileira celebra título de Carlos Barbosa como Capital Nacional do Futsal 
ACBF encara o Joaçaba em amistoso nesta quinta-feira, em Carlos Barbosa
Em pré-temporada, ACBF disputa a Copa Três Coroas a partir desta sexta-feira 

Em 40 minutos, vitória da seleção brasileira de máster por 4 a 1 sobre a ACBF máster, com todos os gols marcados no primeiro tempo. Seco, Anderson, Paulinho Japonês e Sandrinho fizeram os gols do Brasil. Pablo, com assistência de Choco, descontou. Tempo em que um filme passou na cabeça da torcida e dos atletas presentes.

- A ACBF representa gratidão na minha vida. Por tudo o que proporcionou na minha carreira. Meu melhor momento foi aqui. Primeiro Gauchão, primeira Taça Brasil, primeira Liga Nacional, primeiro sul-americano, primeiro Mundial. São os maiores títulos que um clube pode almejar e tive a felicidade de participar dessas conquistas. Passa um filme na cabeça, a saudade é grande - resume Fininho, 46 anos, ex-ala da geração vitoriosa da ACBF dos anos 90 e um dos grandes nomes da história da seleção brasileira de futsal.

Choco, ACBF
Pablo (E) fez o único gol do time laranja, com assistência de ChocoFoto: Ulisses Castro / ACBF, Divulgação

Da mesma idade, e também marcante na geração campeã de tudo, o pivô Choco já não tem o mesmo físico, mas deu a assistência para o gol de Pablo, o único gol da equipe laranja no confronto.

- É um resgate de grandes craques do passado. Pisar nesse ginásio é uma honra. A ACBF representa o boom na minha carreira, foi onde ganhei o reconhecimento no futsal. Agradeço a todos q fizeram parte da minha história. Meu filho nasceu aqui, jogou nas escolinhas e hoje tem 21 anos. Meu filho não me viu jogar aqui. Voltar a jogar aqui passa um filme na cabeça - reitera Choco, de currículo tão vitorioso quanto o ex-colega. 

À noite, um coquetel encerrará as atividades de comemoração dos 42 anos do clube, do título de Capital Nacional do Futsal e o lançamento da Libertadores de Futsal, que será disputada em Carlos Barbosa de 22 a 29 de abril, com os principais clubes da América do Sul.

ACBF, seleção brasileira
Celebração reuniu ex-atletas da ACBF e seleção brasileira de futsalFoto: Ulisses Castro / ACBF, Divulgação

Leia também:
Após oito dias hospitalizado, homem morre em Bento Gonçalves
Polícia Civil prende dois investigados por assalto em bar de Farroupilha
Homem é morto a tiros no bairro Cruzeiro, em Caxias do Sul 

 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros