Caxias vence o Cruzeiro fora de casa e vai encarar o Avenida nas quartas de final - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Gauchão11/03/2018 | 19h17Atualizada em 11/03/2018 | 21h35

Caxias vence o Cruzeiro fora de casa e vai encarar o Avenida nas quartas de final

Grená fez 1 a 0 em Gravataí, com gol de Daniel Cruz e decretou o rebaixamento do Cruzeiro

Caxias vence o Cruzeiro fora de casa e vai encarar o Avenida nas quartas de final Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Com dois tempos bem distintos no Estádio Vieirão, em Gravataí, o Caxias mostrou a frieza que teve nas primeiras rodadas e venceu o Cruzeiro por 1 a 0. A vitória se torna importante para uma equipe que não vencia desde janeiro. Pior para o Cruzeiro, que foi rebaixado à Divisão de Acesso.

Nas quartas de final, o time grená, que fechou com a segunda colocação na primeira fase, vai enfrentar o Avenida, com o duelo decisivo no Estádio Centenário. Se passar, enfrenta Grêmio ou Inter na semifinal.

Foi um primeiro tempo lento e com apenas uma boa oportunidade para cada lado. Num calor forte de 34º, os dois times se dosaram. O Cruzeiro teve a posse de bola, mas não conseguiu agredir o Caxias.

O primeiro arremate só veio aos 14. Foguinho, da intermediária jogou bem longe da goleira grená. O Caxias respondeu com Nicolas, num chute fraco, aos 15. Quatro minutos depois, foi a vez de Bem Hur chutar da intermediária e Gledson fazer a defesa com facilidade. No lance seguinte, de novo Nicolas chutou de longe e fácil para o goleiro rival.

A melhor chance da equipe da Região Metropolitana veio aos 21. O lateral Jonathan driblou dois defensores grenás e cruzou fechado. O meia Willian Kozlowski se antecipou ao marcador e desviou para boa defesa de Gledson. 

Um minuto depois, o Caxias respondeu. Após cobrança de falta, Julinho pegou o rebote da defesa em frente a área e tocou para Gilson, que invadia pela direita. O volante deu um toque rápido para Laércio chutar e o goleiro Deivity fazer grande defesa.

De resto, muito toque de bola e pouca criatividade de ambos os lados. Um primeiro tempo sem intensidade e justo no 0 a 0.

O segundo tempo teve mais velocidade. Talvez pressionado para se garantir na primeira divisão Estadual, o Cruzeiro acelerou a partida. Logo aos dois, Wagner ficou só na entrada da área e chutou por cima.

Só que o Caxias acordou e Nicolas quase abriu o marcador aos 11. Cruzamento de Túlio Renan, da direita, e o atacante dividiu com a zaga. A bola passou rente à trave.

Com o Cruzeiro ao atque, um contragolpe aos 28 deu o gol grená. Daniel Cruz recebeu no lado direito do meio de campo e tocou para Nathan. Ele passou na velocidade da marcação, escapou de uma falta e tocou para trás. Daniel Cruz entrou livre para tocar para o fundo da rede: 1 a 0.

A chance do time da Região Metropolitana veio aos 32. Julinho fez pênalti em Renner. Na cobrança, o camisa 10 cruzeirista, Willian Koslowski, bateu no canto e Gledson defendeu.

A pressão aumentou, afinal o Cruzeiro via a Divisão de Acesso se aproximar a cada segundo. O Caxias se fechou e tirava a bola da forma como era possível para manter a vantagem. Aos 44, Daniel Cruz teve a chance de matar o jogo. Sozinho na área, ele recebeu de Nicolas e chutou em cima do goleiro.

Leia Também
Piquenique Solidário reúne cerca de 3 mil pessoas em Caxias do Sul
Com dois gols da caxiense Diana Santos, seleção brasileira feminina derrota o Paraguai

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros