Caxias faz autoanálise para voltar a vencer e se garantir entre os quatro melhores classificados - Esportes - Pioneiro
 

Gauchão 201805/03/2018 | 21h00Atualizada em 05/03/2018 | 21h00

Caxias faz autoanálise para voltar a vencer e se garantir entre os quatro melhores classificados

Após primeira derrota, próximo desafio grená será o São Luiz, em casa

Caxias faz autoanálise para voltar a vencer e se garantir entre os quatro melhores classificados Porthus Junior / Agência RBS/Agência RBS
Goleiro Caxias acredita que faltou tranquilidade na equipe grená nos últimos jogos Foto: Porthus Junior / Agência RBS / Agência RBS

Tranquilidade é a palavra de ordem no Estádio Centenário. Sem vencer desde a quarta rodada, o Caxias está em fase de autoanálise para retomar o caminho das vitórias no Gauchão. O começo promissor, com quatro triunfos, mantém a equipe entre os primeiros colocados, o grande objetivo do clube para esta primeira fase.

— Estamos cientes do que deixamos de render nos últimos jogos. Vencer passa a ser obrigação. Nesse último, contra o Avenida, jogamos abaixo do nosso nível e veio a primeira derrota. Temos que ganhar para seguir no G-4 e voltar a ter confiança no trabalho — projeta o goleiro Gledson.

Para o camisa 1, calma e paciência são fundamentais para a equipe se reencontrar.

— Estamos buscando um motivo que justifique os resultados. Não é vestiário, porque o time todo está focado. Não é falta de treinamento, porque nos empenhamos muito. Talvez falte mais tranquilidade nos jogos. Às vezes o time parece nervoso e erra muitos passes. Isso e a desatenção nos complicam — justifica Gledson.

O atacante Túlio Renan concorda com o colega, mas também faz uma autocrítica em relação ao próprio desempenho na temporada.

— Sou muito crítico. Estou devendo muito ainda. Não tenho feito bons jogos e ainda estou procurando fazer meu primeiro gol. Mas sou um atleta que jogo pelo clube e faço a marcação que o (Luiz Carlos, treinador) Winck pede. Tenho que ter paciência porque o gol virá na hora certa — avalia o velocista.

A tendência é que o técnico grená faça duas mudanças na equipe.  Na zaga, Laércio retorna após se recuperar de dores no joelho. Ele entrará  no lugar de Geninho. A outra alteração é também de ordem tática. Sai o volante Gilson e entra o atacante Nicolas. 

Com isso, tudo volta a ser como antes: Rafael Gava como segundo volante e Diego Miranda como meia de armação.

O teste será sexta-feira, às 20h, no Centenário, quando o grená encara o São Luiz, adversário direto na briga por vagas no G-4.

Leia Também
Ala Cauê Borges representará o Caxias Basquete no Desafio de Habilidades do Jogo das Estrelas
Celebração, saudade e gols marcam evento da Capital Nacional do Futsal, casa da ACBF 


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros