Sem a equipe titular confirmada, Juventude viaja para Porto Alegre para encarar o Inter - Esportes - Pioneiro
 

Gauchão 201814/02/2018 | 19h43Atualizada em 14/02/2018 | 19h43

Sem a equipe titular confirmada, Juventude viaja para Porto Alegre para encarar o Inter

Antônio Carlos Zago deixou algumas pistas na entrevista coletiva desta quarta-feira

Sem a equipe titular confirmada, Juventude viaja para Porto Alegre para encarar o Inter Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Nesta quarta-feira, no primeiro treino da semana com acesso liberado para a imprensa antes da partida contra o Inter, nesta quinta-feira, às 19h15min, no Beira-Rio, o grupo do Juventude fez apenas o tradicional rachão. Na sequência, a delegação viajou para Porto Alegre. Mesmo sem o anúncio do time, algumas situações ganharam força após as entrevistas da semana. Vinícius deve ser o lateral-direito e Fred fazer sua estreia como titular na zaga ao lado de César Martins.

A maior interrogação está no meio-campo. Sem Bruninho, Sananduva pode ganhar sua primeira chance no ano. Outra alternativa seria a utilização de Amaral e Mateus Santana, jogadores de maior força defensiva. Bruno Ribeiro também é opção.

Leia mais
Invencibilidade posta à prova: Juventude quer manter boa série de resultados contra o Inter
Em possível reestreia como titular do Juventude, Fred destaca importância de bom resultado no Beira-Rio

— O Sananduva passou 2017 praticamente esquecido e demorou um pouco mais para entrar em forma. Tanto ele como o Bruninho e o Bruno Ribeiro, que jogaram pouco no ano passado. Ele (Sananduva) ainda não teve a oportunidade, mas todos sabem que é um jogador que gosto muito, até porque coloquei ele para estrear entre os profissionais e, comigo, quase sempre entrava ou iniciava como titular. É um jogador que conto muito. E, quem sabe, pode nos ajudar muito contra o Inter.

No ataque, a aposta será na dupla Guilherme Queiróz e Ricardo Jesus, que atuará junta pela primeira vez.

— O Queiróz é um jogador que pode atuar nas três funções, pela direita, esquerda ou centralizado. Ele é o artilheiro do Gauchão, um jogador que não tem muita dor de cabeça, onde eu colocar vai desempenhar bem a função. O mais importante é que são jogadores tecnicamente acima da média. Espero que ele e o Ricardo (Jesus) possam se entrosar rapidamente para, quem sabe, ter uma dupla tão forte como em 2016, com o Hugo e o Roberson — destaca Zago.

Leia também
3por4: Raça Negra será atração em Caxias no dia 18 de março
Rede de ajuda se forma em torno de recicladores roubados, em Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros