Mesmo com invencibilidade mantida, Caxias trabalha para volta das vitórias - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Gauchão26/02/2018 | 13h35Atualizada em 26/02/2018 | 13h37

Mesmo com invencibilidade mantida, Caxias trabalha para volta das vitórias

Sem vencer no mês de fevereiro, equipe grená segue no G-4

Mesmo com invencibilidade mantida, Caxias trabalha para volta das vitórias Felipe Nyland / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Felipe Nyland / Agência RBS / Agência RBS

A invencibilidade grená no ano segue intacta. Após o empate da sexta-feira, em 0 a 0 contra o Brasil-Pel, o time de Luiz Carlos Winck se mantém como o único que ainda não perdeu no Campeonato Gaúcho. Contudo, a fase é de atenção no Centenário, em um mês de fevereiro que será finalizado sem vitórias.

Já são quatro jogos sem conquistar os três pontos no Estadual. Se somada a Copa do Brasil, onde o grená empatou com o Atlético-PR, são cinco partidas consecutivas com resultados de igualdade.

— Acho que o Caxias está numa situação boa dentro da briga pela classificação. Não é espetacular, mas é boa. Muitos times nesse Gauchão queriam estar na situação do Caxias. Estamos dentro daquilo que queríamos e prevíamos. É um campeonato equilibrado. Graças a Deus estamos brigando pela liderança. Não precisamos ficar fazendo terra arrasada, mas também não precisamos gostar de tudo que está acontecendo. Cabeça no lugar e tranquilidade — avaliou José Caetano Setti, vice-presidente de futebol Grená, após o empate com o Xavante, na sexta-feira.

Nos três últimos jogos da fase de classificação do Gauchão, os adversários têm perfil muito parecidos: times da parte intermediária da tabela, brigando por classificação e, ao mesmo tempo, para ficar longe da zona de rebaixamento. 

O próximo adversário do time de Winck será o Avenida, domingo, dia 4 de março, em Santa Cruz do Sul. A despedida do Centenário na primeira fase será na quarta-feira, dia 7, contra o São Luiz. Já no domingo seguinte, dia 11, a equipe encerra a etapa classificatória diante do Cruzeiro, novamente fora de casa.

A volta das vitórias nesse período é importante também para que o Caxias mantenha a vantagem do mando de campo da próxima fase. São José-PoA e Veranópolis aparecem momentaneamente como os principais concorrentes pelo G-4. Ao mesmo tempo, o Caxias segue muito vivo na disputa pela liderança, contra Inter e Brasil-Pel. Porém, voltar a vencer na próxima rodada será decisivo para o futuro grená na competição.

Leia também
Motoristas do Uber protestam, em Caxias, contra mudanças em projeto de lei que regulamenta serviços de transporte
"Não tem mágica", diz dono de rede de postos sobre gasolina a R$ 3,75 em Caxias do Sul

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros