Invencibilidade posta à prova: Juventude quer manter boa série de resultados contra o Inter - Esportes - Pioneiro

Gauchão 201814/02/2018 | 08h00Atualizada em 14/02/2018 | 08h00

Invencibilidade posta à prova: Juventude quer manter boa série de resultados contra o Inter

Equipe alviverde não perdeu para os colorados nos três jogos durante a temporada de 2017

Invencibilidade posta à prova: Juventude quer manter boa série de resultados contra o Inter Diogo Sallaberry / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agência RBS / Agência RBS

Um desafio que marca a história alviverde e que volta à tona nesta quinta-feira, às 19h15min, no Estádio Beira-Rio. Inter e Juventude devem se enfrentar apenas uma vez em 2018 — exceto se houver encontros nas fases finais do Gauchão ou da Copa do Brasil. Até por isso, o clássico Juve-Nal desta semana é importante para o Ju. É a chance do time manter a boa sequência em um confronto que voltou a ser acirrado nos últimos anos.

Em 2016, foram três vitórias para o Inter. Os colorados levaram a melhor na primeira fase do Estadual, por 1 a 0 no Jaconi, e nas duas da final — 1 a 0 em Caxias e 3 a 0 no Beira-Rio.

No ano passado, a história foi completamente diferente e a vantagem foi alviverde. O primeiro triunfo do Ju foi na fase de classificação do Campeonato Gaúcho, 1 a 0 no Jaconi — e com muitas reclamações dos colorados, então comandados por Antônio Carlos Zago. Na Série B do Brasileiro foram mais dois jogos. No turno, empate em 1 a 1 no Beira-Rio. Na volta, novamente em casa, o Ju conquistou a segunda vitória na temporada, desta vez por 2 a 1.

Em comum nesse período a presença do lateral-esquerdo Pará. O jogador participou de cinco destes confrontos, e trata o Juve-Nal como uma partida diferente:

— Sabemos que vai ser um jogo dificílimo contra uma grande equipe e fora de casa. Mas sabemos que podemos ir lá e surpreender eles. Não podemos perder esse jogo, até pelo que está a tabela. Respeitamos muito o Inter por estar dentro de casa, mas vamos lá para fazer o nosso jogo para sair com um bom resultado.

Em 2017, Pará participou das duas vitórias em casa — no empate no Beira-Rio o jogador estava recuperando de lesão no pé. A invencibilidade alviverde no ano passado é ressaltada pelo capitão alviverde:

— Eles devem estar falando disso lá também. Que nós, contra eles, sempre deixamos um jogo mais difícil. Também devem estar querendo nos ganhar desde o ano passado, porque não conseguiram essa vitória. Já vamos para lá sabendo disso. Espero que continue deste jeito, com nosso time ganhando do Inter. E se não conseguir vencer, trazer um ponto será muito importante.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros