Zago quer um Juventude atacando e marcando forte - Esportes - Pioneiro

Gauchão13/01/2018 | 13h00Atualizada em 13/01/2018 | 13h00

Zago quer um Juventude atacando e marcando forte

Com apenas 15 dias de pré-temporada, alviverde ainda sofrerá nas primeiras rodadas

Zago quer um Juventude atacando e marcando forte Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

O Juventude tem alguns problemas na preparação ao Gauchão. O principal deles chama-se tempo. Por mais que o time tenha se apresentado no dia 26 de dezembro, a pré-temporada começou de fato no dia 2 de janeiro. Em 15 dias, é muito difícil que uma equipe esteja pronta para uma competição, o que dirá para uma temporada. 

— A equipe vai estar pronta em 40 dias, em relação a preparação física. Logo no início, teremos quatro jogos em 10 dias e isso impede treinos mais forte. Acredito que em até 45 dias deveremos estar com a equipe 100% pronta para a temporada — considera o técnico Antônio Carlos Zago.

Leia mais
Queiróz promete gols no retorno ao Jaconi

Outro ponto é na formação do time. A ideia de Zago seria iniciar o Gauchão utilizando três zagueiros, mas César Martins deve se apresentar neste fim de semana e não jogará contra o Xavante. Ainda falta um centroavante. Por outro lado, uma característica bem alviverde: será uma mescla com muitos jovens da base. Isso dará uma característica diferente, mas Zago tem bem definido o que quer ver de seu time em 2018: 

— Procuro trabalhar a posse de bola no campo adversário,  mas sem esquecer da marcação. Atacar marcando. Isso é o que pedimos e passamos para os jogadores

O alento para a estreia é que o adversário, Brasil-Pel, vive a mesma situação de preparação.

— O jogo poderá ser um pouco parelho, com o fator casa como um diferencial. Mas, fisicamente, as equipes poderão estar parelhas. Será um jogo franco e sem nenhum favorito — opina Matheus Cavichioli.

Leia também
Caxias Basquete vence o Botafogo

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros