Gols dos 'novatos' marcam começo do Juventude no Estadual  - Esportes - Pioneiro
 

Gauchão 201823/01/2018 | 08h15Atualizada em 23/01/2018 | 08h15

Gols dos 'novatos' marcam começo do Juventude no Estadual 

Guilherme Queiróz e Fellipe Mateus fizeram os quatro gols alviverdes na competição

Gols dos 'novatos' marcam começo do Juventude no Estadual  Porthus Junior/Agencia RBS
Meia Fellipe Mateus (E) comemora com Mateus Santana seu primeiro gol no Alfredo Jaconi Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Não poderia haver começo melhor para as contratações do Juventude. Dos quatro gols marcados pelo alviverde no Gauchão, todos foram marcados pelas novidades de 2018: Guilherme Queiróz e Fellipe Mateus.

Saiba Mais:
Pouco mais de 12h depois de vitória na chuva, Juventude se reapresenta no Jaconi
Zago e jogadores do Juventude elencam a raça como razão para a vitória por 3 a 1
Em jogo típico de Campeonato Gaúcho, Juventude faz 3 a 1 no São Paulo-RG
Centroavante Ricardo Jesus é apresentado como reforço do Juventude
  

Mais do que a vitória, o meia Fellipe Mateus comemora o fato de ter começado com o pé esquerdo a escrever sua história no Jaconi. No jogo de domingo, na vitória de 3 a 1 contra o São Paulo-RG, o armador canhoto apareceu como centroavante, aos 33 minutos, para fazer o segundo gol do Ju na partida.

- Não era minha característica (entrar na área). Eu vinha mais de trás e os técnicos com quem joguei, e o Zago também, me pedem para entrar mais na área para concluir em gol. Fui feliz de a bola voltar no meu pé e eu conseguir concluir. Só vai fazer gol quem estiver próximo dele - explica.

Contratado depois de uma Boa Série B pelo Boa Esporte, Fellipe Mateus ainda não se encontra plenamente adaptado ao estilo de jogo do Campeonato Gaúcho, mas garante ter a receita para que isso ocorra o mais rápido possível.

- A última partida foi atípica. Não tinha condições de colocar a bola no chão e meu estilo de jogo é mais cadenciado, mais técnico. Mas do pouco que vi do futebol gaúcho, é preciso muita entrega, melhorar na bola aérea, soltar a bola rápido. A força física predomina muito - avalia o meia paraibano, que completará 27 anos no próximo mês.

O atacante Guilherme Queiróz vive momento melhor ainda. Foram três gols marcados em pouco mais de 180 minutos em campo, o que deixa o camisa 9 como artilheiro isolado do Gauchão 2018.

- Muito feliz. Nosso grupo conversou muito depois da derrota. Nela pecamos nos detalhes e nesta vitória conseguimos se sobressair no coletivo. Todo o atacante vive de gols, todos querem estrear assim, quero continuar trabalhando e mostrando mais quem é o Queiróz - comentou o jogador, que também marcara dois gols no primeiro jogo-treino do Ju nesta temporada, disputado contra o Pradense, no começo do ano. 

Além da dupla, dentre os contratados, apenas o atacante Jô foi titular nos dois jogos da equipe. Já o volante Amaral jogou os 90 minutos na estreia, contra o Brasil-Pel e pouco mais de 15 no último domingo. O meia Leandro Lima vestiu a camisa do Ju pela primeira vez também na partida da última rodada.

Elogios de quem estava para quem chegou

Oriundo da base do Ju e no profissional desde 2016, o lateral-direito Vidal comemora o desempenho dos novos colegas de time.

- Estão agregando muito. São jogadores de qualidade, de experiência também. Acolhemos eles muito bem e eles estão nos ajudando. Ficamos felizes pela adaptação deles, o Queiróz está fazendo gols. Recebemos todos bem e será assim com cada um que chegar - conta o jogador.

Assim como Vidal, os "novatos" contam também com avaliação positiva do comandante, mesmo em começo de temporada.

- O Jô cumpriu bem o seu papel. O Fellipe Mateus crescendo, já que é um jogador que tinha ficado mais de dois meses parado. O Queiróz pode desempenhar outra função também. Vem demonstrando qualidade. O Leandro Lima é experiente, tem um passe muito bom. Joga sempre de primeira - avalia Antônio Carlos Zago, técnico do Juventude.

O Ju volta a campo na próxima quinta-feira, diante do São Luiz, em Ijuí, às 19h30min. A expectativa é de que o zagueiro César Martins esteja na delegação que viaja na noite de hoje. Para isso, é preciso que seu nome esteja liberado no Boletim Informativo Diário (BID), da CBF.

Leia também
Clínicas particulares da Serra estão com falta de vacinas contra febre amarela
Estudante de Caxias ainda precisa de ajuda para pagar tratamento que custa R$ 300 mil
Cremers recomenda interdição do Postão e da UPA Zona Norte de Caxias 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros